We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.
option

QUESTÕES SOBRE IDADE MÉDIA – TRABALHO DA EJA II

INFO STADISTICS RECORDS
TAKE THE TEST
Title of test:
QUESTÕES SOBRE IDADE MÉDIA – TRABALHO DA EJA II

Description:
QUESTÕES SOBRE IDADE MÉDIA – TRABALHO DA EJA II

Author:
PROFESSORES: ALEX ARAÚJO – DANTE MENDES
(Other tests from this author)

Creation Date:
04/06/2019

Category:
History
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
TAKE THE TEST
Last comments
No comments about this test.
Content:
(UFPE) A Igreja dominou muitas das manifestações medievais. Seu poder ia além da religião, salientando-se também sua riqueza econômica. No entanto, existiram resistências e críticas aos exageros do poder católico. A ordem dominicana, fundada no século XIII: incorporou muitos dos ensinamentos das heresias existentes, revolucionando o catolicismo; destacou-se pelos seus combates aos pagãos e pela sua atuação nas universidades da época; seguiu o caminho aberto pelos franciscanos, criticando a vida dos papas medievais, cercada de luxo e poder; aceitou as heresias da época, estimulando o desenvolvimento intelectual da Idade Média;.
(Fatec-SP) Uma das características a ser reconhecida no feudalismo europeu é: A sociedade feudal era semelhante ao sistema de castas. Os ideais de honra e fidelidade vieram das instituições dos hunos. Vilões e servos estavam presos a várias obrigações, entre elas o pagamento anual de capitação, talha e banalidades. A economia do feudo era dinâmica, estando voltada para o comércio dos feudos vizinhos.
A desagregação do Império Romano do Ocidente que levou ao seu fim definitivo em 476 d.C. foi resultado de uma junção de acontecimentos. São razões utilizadas para explicar esse fato, exceto: crise do sistema escravista crise econômica guerra civil entre Roma e Constantinopla invasões germânicas.
(UFPA) Nas relações de suserania e vassalagem dominantes durante o feudalismo europeu, é possível observar que: a servidão representou, sobretudo na França e na Península Ibérica, um verdadeiro renascimento da escravidão conforme existia na Roma Imperial. os suseranos leigos, formados pela grande nobreza fundiária, distinguiam juridicamente os servos que trabalhavam nos campos dos que produziam nas cidades. mesmo dispondo de grandes propriedades territoriais, os suseranos eclesiásticos não mantinham a servidão nos seus domínios, mas sim o trabalho livre. o sistema de impostos incidia de forma pesada sobre os servos. O imposto da mão morta, por exemplo, era pago pelos herdeiros de um servo que morria para que continuassem nas terras pertencentes ao suserano. .
(UFJF-MG) Os versos abaixo demonstram como a sociedade feudal era estruturada a partir de relações de dependência pessoal. Leia-os com atenção. “Se o meu senhor for morto, eu quero que me matem, Se ele for enforcado, enforcai-me com ele, Se ele for posto na fogueira, quero ser queimado, E, se ele se afogar, lançai-me à água com ele.” Citado em BLOCH, M. A sociedade feudal. Lisboa: Setenta, 1989. A respeito desta sociedade, é INCORRETO afirmar que: o rei mantinha um papel predominantemente simbólico, mas, na verdade, exercia o seu poder de fato como senhor feudal de suas próprias terras. os servos, que recebiam de seus senhores os lotes de terra para produzirem, estavam, em contrapartida, submetidos a uma série de taxas como a talha e as banalidades. os suseranos e os vassalos estavam ligados entre si por uma relação de dependência e de obrigações mútuas a serem cumpridas. a sociedade se dividia, basicamente, em duas ordens (estados) dependentes entre si: uma reunia os indivíduos descendentes dos romanos e a outra os dos germânicos.
(FMTM) O crescimento do comércio e das cidades na Baixa Idade Média: consolidou as estruturas feudais, como a economia de subsistência e a suserania. expandiu as atividades agrícolas, com o declínio do uso de moedas nas trocas. fez surgir um novo grupo social, ligado às atividades artesanais e mercantis. permitiu o desenvolvimento do trabalho livre, isento de quaisquer restrições.
(UFJF) As primeiras universidades criadas na Baixa Idade Média foram a Universidade de Bolonha e a de Paris. Em sua grande maioria, eram ligadas à Igreja, fundadas pelo Papa ou por ele confirmadas. Monarcas e príncipes também se julgavam no direito de poder criá-las. Sobre as universidades medievais, é incorreto afirmar que: o crescimento do número de universidades, principalmente após o século XII, estava atrelado à expansão dos setores urbano e comercial; desde seu início, as universidades conseguiram manter-se afastadas da influência do pensamento predominante da Igreja Católica; a criação das universidades ampliou a atividade de ensino, anteriormente centralizada nos mosteiros situados no campo; o ensino abordava áreas de conhecimento como a gramática, a retórica, a lógica, a aritmética, a geometria, a astronomia e a música;.
(Puccamp) A Igreja integrou-se ao Sistema Feudal através dos mosteiros, cujas características se assemelhavam às dos domínios dos senhores feudais. Como tinha o controle do destino espiritual, procurou combater a usura entre os integrantes do clero e entre os judeus, no que foi rigorosamente obedecida. o monopólio da cultura, tinha também o monopólio da interpretação da realidade social. grande influência na formação da mentalidade, insistia no ideal do preço justo, permitindo que na venda dos produtos se cobrasse a mais apenas o custo do transporte. o controle da realidade social, exigia que os cristãos distribuíssem os excedentes entre seus parentes mais próximos para auferir lucros.
Para se compreender historicamente o contexto em que se iniciou as práticas de navegações européias que resultaram no que ficou conhecido como as Grandes Navegações, o autor do texto Grandes Navegações diz que é necessário fazer a associação entre algumas situações históricas. Indique qual das alternativas abaixo está correta. renascimento cultural, fortalecimento dos senhores feudais e formação dos Estados Nacionais. reavivamento comercial da Baixa Idade Média, formação dos Estados Nacionais e ascensão da burguesia. reavivamento comercial da Baixa Idade Média, formação dos Estados Nacionais e ascensão da nobreza. controle dos mercados marítimos pelos árabes, formação dos Estados Nacionais e ascensão da burguesia.
Os historiadores têm como marco para a desagregação do Império Romano do Ocidente o ano de 476 d.C. O que aconteceu nessa data que marcou a desagregação do Império Romano? O ataque dos hunos, liderados por Átila, à cidade de Roma. A destituição do imperador Rômulo Augusto após a conquista da cidade pelos hérulos. A transferência da capital de Roma para Avelino por ordem de Constantino. A fundação da cidade de Constantinopla.
Report abuse Terms of use
HOME
CREATE TEST
INFO
STADISTICS
RECORDS
Author's Tests