option
My Daypo

ANAC_Teste MMA_Módulo Célula_Estruturas de Aeronave_Part_2

COMMENTS STADISTICS RECORDS
TAKE THE TEST
Title of test:
ANAC_Teste MMA_Módulo Célula_Estruturas de Aeronave_Part_2

Description:
Simulado do capítulo de Estruturas de Aeronaves

Author:
AVATAR
Clayton A. Pereira
(Other tests from this author)


Creation Date:
01/07/2015

Category:
Others

Number of questions: 20
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
Last comments
No comments about this test.
Content:
Uma verdadeira estrutura monocoque é composta de perfis, cavernas e paredes para dar formato à fuselagem. Mas, quem de fato suporta os estresses primários é: Revestimento Longarina Caverna Principal Vigas de reforço.
O revestimento é o item essencial em uma estrutura monocoque, afinal, é ele quem deve manter a estrutura rígida, além de estabeler uma alta resistência dentro de límites aceitáveis de peso. Assim, para superar essa problemática de resistência/peso na construção de uma fuselagem monocoque foi desenvolvido um novo tipo de construção, chamado: Monocoque Plus Tipo revestimento trabalhante Semimonocoque Semimonocoque Premium.
Assinale a alternativa que diz respeito à estrutura que diferencia uma fuselagem monocoque da semimonocoque: Longarina Caverna extra Revestimento Trabalhante Rebites de titânio.
As longarinas são suplementadas por outros membros longitudinais chamado: Longarina. Vigas de reforço. Coluna horizontal. Ponto de apoio longitudinal.
As vigas de reforço são menores e mais leves que as longarinas. Também possuem alguma rigidez, mas são usadas com a principal finalidade de: Dar forma e fixar o revestimento. Suplementar a longarina na sua extensão. Reforçar e apoiar as cavernas. Servir como coluna das paredes.
A fim de facilitar a localização de algum componente estrutural, geralmente os fabricantes utilizam um sistema de númeração dividindo a aeronave em? Estações. Seções; Partes. Cavernas.
Plano vertical imaginário no/ou próximo ao nariz do avião, a partir do qual todas as distâncias são medidas: Datum Plano 0 Estação mestre Estação inicial.
É uma medida à esquerda ou à direita da linha central e paralela à mesma: Linha de alheta Linha d'água Linha central Linha derivada.
É uma medida de altura em polegadas perpendicular a um plano horizontal localizado logo abaixo da fuselagem da aeronave: Linha d' água Linha de alheta Linha de solo Linha de coluna.
Medida de fora para dentro, paralela à lateral interna do aileron e perpendicular à longarina traseira da asa. Estação de aileron Estação da asa Estação de longarina Estação de raiz.
Medida perpendicularmente à longarina traseira da asa e paralelamente à lateral interna do flape de fora para dentro. Estação de flape. Estação de aileron Estação de fuselagem Estação de longarina.
Medida tanto à frente como atrás da longarina dianteira da asa, perpendicularmente à linha d'água designada. Estação de nacele. Estação d'água. Estação da asa. Estação da fuselagem.
Asa que não possui qualquer escoramento é característica de qual tipo de asa? Cantilever Semicantilever Asa inteiriça Plano de asa.
Qual é o membro estrutural principal de uma asa? Longarina Viga de reforço Nervura Revestimento.
Uma asa geralmente é construída em três tipos principais, são eles: Monolongarina; multilongarina e viga em caixa. Monolongarina;multilongarina e viga em plano. Monolongarina;multilongarina e viga de reforço. Monolongarina;multilongarina e viga paralela.
As longarinas podem ser fabricadas de : Madeira ou metal Metal ou Aço Ferro ou Aço Madeira ou Aço.
Membro estrutural que dá à asa sua curvatura e é responsável pela transmissão dos esforços do revestimento e reforçadores para as longarinas: Nervura. Reforço alar. Longarina transversal. Revestimento trabalhante.
Nervuras parede ou de compressão são fabricadas com a finalidade de: Absorver as cargas de compressão que tendem a unir as longarinas da asa. Absorver as cargas aerodinâmicias de compressão nas pontas das asas. Absorver o estresse de compressão no intradorso da asa. Absorver o estresse de compressão que tendem a torcer as demais nervuras.
Esses componentes da armação de uma asa são dispostos entre as longarinas para juntos numa armação resistir às forças que atuam sobre a asa no sentido da corda. A- Estais de arrasto e antiarrasto B- Tirante ou haste de tensão C- Cabos atenuadores. D- As alternativas A e B estão corretas.
A ponta da asa é geralmente removível. Assinale a alternativa que explica uma das razões: Vulnerabilidade a danos, especialmente durante o manuseio da aeronave no solo. Vulnerabilidade estrutural, especialmente porque é a parte mais estressada de uma asa. Vulnerabilidade a danos, especialmente no pouso quando o estresse na asa é maior. Vulnerabilidade estrutural, especialmente porque é a parte que deve ter sua pintura retocada frequentemente.
Report abuse Terms of use
HOME
CREATE TEST
COMMENTS
STADISTICS
RECORDS
Author's Tests