option
My Daypo

ANÁLISE SINTÁTICA - LÍNGUA PORTUGUESA 8º ANO

COMMENTS STADISTICS RECORDS
TAKE THE TEST
Title of test:
ANÁLISE SINTÁTICA - LÍNGUA PORTUGUESA 8º ANO

Description:
Transitividade Verbal, complementos verbais e outros

Author:
AVATAR

Creation Date:
12/09/2013

Category:
Languages

Number of questions: 20
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
Last comments
No comments about this test.
Content:
TEMPERATURA Fazia frio lá fora quando saí para encontrar a namorada. E o coração bem embaixo da blusa, da malha, da camisa, da pela: aquecido. (Ulissses Tavares) Responda - No poema o eu lírico revela sua emoção ao sair para um encontro com a namorada. Como estava o coração do eu lírico nesse momento? Estava aquecido. Estava frio. Estava agitado. Estava gelado.
Na charge abaixo, qual é a função do termo "MÃE" na fala do menino? aposto. vocativo. complemento nominal. sujeito simples.
O predicado verbal é aquele que apresenta um verbo significativo como núcleo. Entende-se por significativo o elemento mais importante do predicado, que é o verbo. Já o predicado nominal é aquele que tem um nome (adjetivo, substantivo, pronome, numeral) como núcleo e indica um estado ou qualidade do sujeito. Agora que você já sabe a diferença entre o predicado verbal e o nominal, assinale a oração abaixo em que apresenta um predicado verbal. Maria Julia recitou uma poesia no sarau da escola. Maria Julia esteve doente. Maria Julia é a menina mais linda da escola. Maria Julia ficou nervosa.
A NAMORADA Havia um muro alto entre nossas casas. Difícil de mandar recado para ela. Não havia e-mail. O pai era um onça. A gente amarrava o bilhete numa pedra presa por um cordão E pichava a pedra no quintal da casa dela. Se a namorada respondesse pela mesma pedra Era uma glória! Mas por vezes o bilhete enganchava nos galhos da goiabeira E então era agonia. No tempo do onça era assim. (Manoel de Barros) No poema A NAMORADA, o eu lírico anuncia o seu jeito de se comunicar com a namorada. Que verso(s) sugere(m) que o eu lírico se refere a uma outra época, diferente da atual? Era uma glória! E então era agonia. A gente amarrava o bilhete ... Não havia e-mail. / No tempo do onça ...
Os ADVÉRBIOS e as LOCUÇÕES ADVERBIAIS exercem, nas orações, a função sintática de adjuntos adverbiais e são classificados de acordo com a circunstância que expressam: de tempo, de modo, de lugar, de intensidade, de dúvida, de afirmação, de negação e outros. Responda - Qual é a função sintática do termo "HOJE EM DIA" na seguinte oração: "O celular, hoje em dia, é um produto essencial. adjunto adverbial de modo. adjunto adverbial de tempo. adjunto adverbial de intensidade. adjunto adverbial de lugar.
Leia o cartum abaixo e assinale a resposta mais coerente. É possível afirmar que, pelo contexto, a palavra político é uma ofensa. É possível afirmar que, pelo contexto, a palavra político é um elogio. É possível afirmar que, pelo contexto, o garoto de boné não compreendeu o que foi dito. É possível afirmar que, pelo contexto, os meninos estavam brincando.
Uma professora, do 8º ano do ensino fundamental, fez a seguinte pergunta aos alunos. "Sintaticamente, qual é a diferença entre os verbos transitivos e os verbos intransitivos?" Quatro alunos responderam a pergunta de modo diferente. Veja: AMANDA FONTANA respondeu que os verbos transitivos são os que vêm acompanhados de complementos; já os verbos intransitivos são os que não vêm acompanhados de complementos. ROQUE SANTANA respondeu que os verbos transitivos não precisam de complementos; já os verbos intransitivos precisam. SARITA CARDOSO respondeu que não há diferença entre a classificação desses verbos. JULIA PEDRITA respondeu que os dois verbos não precisam de complementos. Agora, assinale abaixo o aluno(a) que acertou a resposta para a pergunta da professora. Roque Santana Amanda Fontana Sarita Cardoso Julia Pedrita.
A transitividade de um verbo só pode ser determinada a partir de um contexto. Isso quer dizer que, dependendo da oração, o verbo pode ser transitivo ou intransitivo. Faça uma análise das orações abaixo e assinale a que o verbo em destaque seja INTRANSITIVO. O consumidor RECLAMA seus direitos. Na feira, pessoas CONVERSAM com os vendedores. O consumidor RECLAMA muito. O menino BEBEU o leite.
Um professor, do 8º ano do ensino fundamental, solicitou aos alunos que falassem um exemplo de oração em que o verbo exercesse função sintática de TRANSITIVO DIRETO. Quatro alunos deram exemplos, mas somente um deu um exemplo corretamente. Qual foi? Marina: "Eu gosto de meus amigos". Josué: "Os alunos precisam de férias". Camila: "Meu pai comprou um carro novo". Suzane: "O ser humano necessita de amor".
Em uma sala de aula, o professor de Língua Portuguesa dizia que " O verbo transitivo direto e indireto vem acompanhado de dois complementos que se ligam ao verbo: um com preposição, outro sem". Nesse momento, uma aluno solicitou ao professor que desse um exemplo. Considerando que o professor deu um exemplo correto, qual seria esse exemplo? Assinale abaixo. "O menino escreveu um poema à sua namorada." "O menino ama a namorada". "O menino gosta de futebol" "O menino não compareceu à escola".
Charge é um estilo de ilustração que tem por finalidade satirizar, por meio de uma caricatura, algum acontecimento atual com um ou mais personagens envolvidos. Considerando a observação da charge abaixo, é possível afirmar que o tema em discussão é reflorestamento. aquecimento global. bullying na escola. projeto fome zero.
Em uma aula de língua portuguesa, o professor escreveu a seguinte oração na lousa. "Todo mundo gosta DE ALEGRIA". Em seguida, perguntou aos alunos. "Qual é a função sintática do termo "de alegria" dessa oração? Houve quatro respostas diferentes. Assinale qual foi a resposta considerada correta pelo professor? Pedro Melo respondeu: "objeto indireto". Carlos Moura respondeu: "objeto direto". Lúcia Souza respondeu: "adjunto adnominal". Samantha Cardoso respondeu: "adjunto adverbial".
O verbo pode exigir dois complementos verbais ao mesmo tempo: um objeto direto e um objeto indireto. Nesse caso, o verbo classifica-se como transitivo direto e indireto. Considerando as informações acima, um aluno do 8º ano escreveu, no caderno, a seguinte oração e analisou sintaticamente. "O fotógrafo tirou uma bela foto daquelas crianças". Assinale a análise sintática correta que o aluno fez. verbo TIROU é somente transitivo; UMA BELA FOTO é objeto indireto. verbo TIROU é transitivo e intransitivo; UMA BELA FOTO é objeto direto; DAQUELAS CRIANÇAS é objeto indireto. verbo TIROU é transitivo e intransitivo; UMA BELA FOTO é objeto indireto; DAQUELAS CRIANÇAS é objeto direto. verbo TIROU é somente intransitivo; UMA BELA FOTO é objeto direto; DAQUELAS CRIANÇAS é objeto indireto.
Em uma prova, de Língua Portuguesa do 8º ano, havia a seguinte questão: "Qual é a função sintática do termo em destaque na oração 'O gatinho tem medo DE ÁGUA'? De quatro alunos que responderam a questão, apenas um acertou. Qual foi? Ana Célia respondeu: "de água é adjunto adnominal porque modifica o nome". Juca Silva respondeu: "de água é objeto indireto porque completa um verbo". Marli Moreira respondeu: "de água é objeto direto porque completa um verbo". Amarildo José respondeu: "de água é complemento nominal porque complementa um nome abstrato".
APOSTO é o termo que, na oração, serve para explicar, esclarecer, ampliar ou resumir outro. Assinale a alternativa em que aparece o aposto. O professor Jonas, conselheiro da turma, é um ótimo profissional. O professor passou conteúdo novo. Maria tirou boas notas neste bimentre. Recebemos elogios dos professores.
Leia as orações abaixo: A) Os meninos jogam bola. B) As meninas brincam com bonecas. C) Todos fizeram as tarefas. D) Meninos e meninas pulem. Assinale a afirmação correta. Há sujeito simples somente nas orações A, B e C. Há sujeito simples somente nas orações C e D. Há sujeito composto em todas as orações. Há sujeito indeterminado na oração A.
Usa-se: POR QUE no início de frases interrogativas e POR QUÊ no final delas. POR QUE sempre que for equivalente a por qual motivo, por qual razão. POR QUE quando a expressão puder ser substituída por pelo qual, pela qual etc. PORQUE em frases afirmativas ou respostas; geralmente equivale a pois. PORQUÊ quando for substantivo e significar razão, motivo. Considerando as informações acima, assinale a alternativa em que o PORQUÊ foi empregado corretamente. PORQUE você faltou à aula ontem? Não sei o PORQUÊ você faltou à aula de ontem. POR QUÊ você faltou à escola ontem? Não, NÃO sei PORQUE.
Em qual das orações abaixo o termo em destaque é adjunto adnominal? A matéria DO JORNAL aborda o desperdício de alimentos. A internet está cheia DE OFERTAS INTERESSANTES. Temos necessidade DE UMA RENDA MELHOR. Nós gostamos DE VOCÊ.
Em qual das frases o predicado é nominal? Os alunos conversam muito. O menino jogou bola. O balde é verde. Os alunos fizeram as atividades.
Em qual das orações há um sujeito implícito? Os meninos jogaram bola. Eu fiz todas as atividades. Gostamos de você. As meninas brincaram de bonecas.
Report abuse Terms of use
HOME
CREATE TEST
COMMENTS
STADISTICS
RECORDS
Author's Tests