option

Didática geral

INFO STADISTICS RECORDS
TAKE THE TEST
Title of test:
Didática geral

Description:
Didática geral

Author:
AVATAR

Creation Date:
06/11/2012

Category:
Competitive Exam
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
TAKE THE TEST
Last comments
No comments about this test.
Content:
As teorias mais importantes referentes à relação entre desenvolvimento e aprendizagem na criança podem agrupar-se esquematicamente em três categorias fundamentais. São elas, EXCETO: Independência do processo de desenvolvimento e do processo de aprendizagem. Aprendizagem é desenvolvimento, partindo assim do princípio da simultaneidade. Grupo de teorias que tenta conciliar os extremos dos pontos de vista da independência e da simultaneidade, fazendo com que coexistam. Foco no desenvolviemento psicomotor da criança.
A teoria da Independência do processo de aprendizagem e do processo de desenvolvimento, parte do suposto que a aprendizagem é um processo puramente exterior, paralelo em certa medida ao processo de desenvolvimento da criança, mas que não participa ativamente neste e não o modifica em absoluto: a aprendizagem utiliza os resultados do desenvolvimento, em vez de se adiantar ao seu curso e de mudar a sua direção. De acordo com essa teoria está correto: O curso do desenvolvimento precede sempre o da aprendizagem. A aprendizagem segue sempre o desenvolvimento. A aprendizagem precede sempre o curso do desenvolviemto. A aprendizagem segue sempre esse desenvolvimento. Aprendizagem é desenvolvimento Existe um desenvolvimento paralelo dos dois processos, de modo que a cada etapa da aprendizagem corresponda uma etapa do desenvolvimento.
Sobre o processo de desenvolvimento e aprendizagem assinale Certo ou Errado: I - A aprendizagem da criança começa muito antes da aprendizagem escolar. II - A aprendizagem escolar nunca parte do zero. III - Uma criança não precisa necessariamente de orientação em um processo de aprendizagem, tendo em vista que aquela possue uma bagagem de conhecimento de mundo diverso. IV - Toda a aprendizagem da criança na escola tem uma pré-história. C, C, E, C C, C, C, C C, E, C, E E, C, E, E.
A teoria da área de desenvolvimento potencial é uma comprovação empírica, frequentemente verificada e indiscutível, o fato fundamental e incontroverso de que existe uma relação entre determinado nível de desenvolvimento e a capacidade potencial de aprendizagem. De acordo com essa teoria a aprendizagem: deve ser coerente com o nível de desenvolvimento da criança, ou seja, só em determinada idade se pode começar a ensinar a gramática, que só em determinada idade o aluno é capaz de aprender álgebra. se dá a qualquer tempo. deve seguir um esquema tradicional de memorização para assim obter o máximo do potencial da criança em qualquer idade. se dá progressivamente, sempre seguida do desenvolvimento da criança.
Recentemente a atenção concentrou-se no fato de que quando se pretende definir a efetiva relação entre processo de desenvolvimento e capacidade potencial de aprendizagem, não podemos limitar-nos a um único nível de desenvolvimento. Tem de se determinar pelo menos dois níveis de desenvolvimento de uma criança, já que, senão, não se conseguirá encontrar a relação entre desenvolvimento e capacidade potencial de aprendizagem em cada caso específico. Esses dois níveis são: Nível de Desenvolvimento Efetivo da criança e o Zona de Desenvolvimento Potencial. Nível de Desenvolvimento Intelectual da criança e o Nível de Desenvolvimento Físico. Nível de Desenvolvimento Psicomotor da criança e o Nível de Desenvolvimento Cognitivo. Nível de Desenvolvimento Psicomotor da criança e o Zona de Desenvolvimento Potencial.
"Entendemos por nível de desenvolvimento das funções psicointelectuais da criança que se consegue como resultado de um específico processo de desenvolvimento, já realizado." trata-se da definição de: Nível de desenvolvimento efetivo Zona de desenvolvimento proximal Zona de desenvolvimento potencial Nível de desenvolvimento lógico da criança Nível de desenvolvimento psicomotor.
Quanto a aprendizagem e desenvolvimento da criança marque a alternativa INCORRETA: O que uma criança é capaz de fazer com o auxílio dos adultos chama-se zona do seu desenvolvimento potencial. Todo o processo de aprendizagem é uma fonte de desenvolvimento que ativa numerosos processos, que não poderiam desenvolver-se por si mesmos sem a aprendizagem. A aprendizagem escolar orienta e estimula processos internos de desenvolvimento. O processo de desenvolvimento não coincide com o da aprendizagem, o processo de desenvolvimento segue o da aprendizagem, que cria a área de desenvolvimento potencial. A aprendizagem escolar da criança parte sempre do zero, tendo seu desenvolvimento efetivado na escola.
A preparação das crianças e jovens para a participação ativa na vida social é o OBJETIVO mais imediato da escola púbica. Nesse sentido a escola pública deve ser: Unitária, Democrática e Gratuita Social, Democrática e Sistémica Unitária, Autoritária e Gratuita Sistémica, Descentralizada e Democrática.
Assinale a alternativa INCORRETA: A didática tem como objeto de estudo os processos de ensino e aprendizagem na relação educacional, ou seja, é uma atividade que se unifica. A aprendizagem é fator preponderante para o desenvolvimento do aluno quando este pensa de forma mais elaborada A aprendizagem escolar consiste em adquirir os conhecimentos relevantes de uma cultura. Pode-se considerar como objetivos gerais de um planejamento de Educação Infantil; como sendo um princípio orientador; atividades orientadas previamente, através de planejamento, para alcançarmos os resultados esperados. A didática é o estudo da pedagogia que orienta o professor em toda a sua vida acadêmica.
Para Vygotsky, a construção de conceitos na criança é um processo: espontâneo herdado biologicamente de trocas simbólicas passivo militar.
Na perspectiva da educação inclusiva, quando refletimos sobre a formação do educando, cabe à escola, democrática e comprometida com a cidadania o seguinte papel: construir práticas pedagógicas para atender apenas aos alunos com dificuldades de aprendizagem. estimular a formação de valores, hábitos e comportamentos que respeitem as diferenças de grupos minoritários. incluir sempre numa mesma turma alunos de diferentes classes sociais. incentivar a participação exclusiva dos atores educativos na formulação de políticas de inclusão. desenvolver avaliações coletivas com vista ao envolvimento da comunidade escolar.
O processo de elaboração e desenvolvimento do Projeto Educativo de cada escola pressupõe: integrar os profissionais da escola, considerando seus anseios, necessidades e motivações como leque único de participação nasdecisões; valorizar o plano como documento sistemático que será incorporado por toda a equipe escolar que trabalhar de forma articulada; tratar as questões escolares e educativas de forma simples, criando um clima institucional amigável e propício à reflexão; repensar o papel e a função da educação escolar, refletindo sobre a dimensão do presente sem esquecer a dimensão do futuro; estabelecer estratégias de coleta e organização de dados que apontem as formas de preparação dos alunos para a vida adulta e profissional.
Analise as afirmações e marque a INCORRETA: Planejar é prever e organizar as ações com determinadas finalidades, para se conseguir atingir mudanças. Em um projeto de escola, ao identificar e analisar as dificuldades que a escola enfrenta e o que pretende mudar, é possível estabelecer objetivos e metas comuns a toda a equipe. Planejamento do Ensino é o planejamento do processo de ensino e aprendizagem que os professores devem construir para orientar sua ação pedagógica na sala de aula. O professor deve ter claro que as escolhas que faz quando elabora seus planos e as orientações que imprime no decorrer de cada aula não precisam ser necessariamente coerentes com o Projeto de Escola, permitindo assim maior flexibilidade de ensino.
Assinale Certo ou Errado. 1. O Planejamento do Ensino deve considerar os valores, os saberes e as experiências práticas que os alunos possuem, selecionando e organizando os conteúdos do ensino coerentemente com essas condições. 2. Os projetos de escola e o planejamento do ensino são documentos prontos e acabados. 3. Pode-se considerar como objetivos gerais de um planejamento de Educação Infantil; como sendo um princípio orientador; atividades orientadas previamente, através de planejamento, para alcançarmos os resultados esperados. C, E, C C, C, C C, E, E E, C, C.
O Planejamento do Ensino se realiza no espaço da sala de aula, envolve sempre quatro componentes que não podem ser considerados isoladamente. Não é um desses compentes dos itens listados abaixo: O aluno que aprende. O professor que ensina. Um ou mais conteúdos de aprendizagem. A avaliação. Exercícios de memorização e fixação.
"Nessa abordagem contempla-se a transversalidade do conhecimento constituido de diferentes disciplinas mediado pela Pedagogia de Projetos temáticos e estabelece parceria com as diversas áreas do conhecimento, contemplada." A forma de organização dos conteúdos referente a essa abordagem denomina-se: Interdisciplinaridade disciplinaridade multidisciplinaridade complementariedade pluridisciplinaridade.
Assinale a afirmativa INCORRETA: A didática, como área de conhecimento que ajuda a formar o profissional da educação, constitui-se numa oportunidade especial para a reflexão sobre a prática pedagógica. Quanto mais conhecedor e mais crítico, mais criativo será o professor no exercício de sua prática pedagógica. Quando um professor ou professora exerce a sua função em um lugar específico, a chamada “sala de aula”, junto aos seus alunos e alunas, entende-se que está ocorrendo uma prática pedagógica. Na perspectiva sócio-construtivista, o objetivo do ensino é o desenvolvimento das capacidades intelectuais e da subjetividade dos alunos através da memorização dos conteúdos.
(Instituto Federal de Educação - MG - Técnico em Assuntos Educacionais - 2008) Numere a 2ª coluna de acordo com a 1ª, relacionando os recursos didáticos à sua descrição. 1. Estratégia 2. Método 3. Técnica 4. Procedimentos ( ) Linhas de ação, princípios e pressupostos a serem observados. específicos. ( ) Direção das atividades desenvolvidas pelo professor e pelo aluno. ( ) Meios disponíveis pelo professor para atingir os objetivos. ( ) Operacionalização do método. 2, 4, 1, 3 1, 2, 3, 4 4, 3, 2, 1 3, 2, 1, 4.
Em relação a didática e democratização do ensino qual é o objetivo mais imediato da escola pública. A preparação das crianças e jovens para a participação ativa na vida social. O desenvolvimento das crianças e jovens para os estudos posteriores. acabar com o analfabetismo. A preparação para o mundo do trabalho.
De acordo com a didática voltada para a democratização do ensino o seguinte conceito; "proporciona o domínio dos conhecimentos sistematizados e promove o desenvolvimento das capacidades intelectuais dos alunos"; refere-se a: Instrução Ensino Democratização do ensino Educação.
O que é democratização do ensino? É a conquista, pelo conjunto da população, das condições materiais, sociais, políticas e culturais que lhes possibilitem participar das decisões políticas e governamentais. É a atividade conjunto do professor e dos alunos na qual transcorre o processo de transmissão e assimilação ativa do conhecimento, habilidades e hábitos. a pedagogia voltada para os interesses populares de transformação da sociedade compreende o trabalho pedagógico e docente como processo de transmissão/assimilação ativa dos conhecimentos escolares. É uma ideologia que é norteada pelos princípios da igualdade e legalidade.
“As questões e considerações sobre a avaliação da aprendizagem pretendem, justamente, delinear uma investigação que julgo necessária. Uma relação que ainda não percebo em sua total complexidade, mas que se refere essencialmente ao descrédito que se estabelece quanto a uma perspectiva de avaliação mediadora devido à postura conservadora dos educadores” (HOFFMANN, 1991, p. 67). A partir da abordagem da autora, podemos considerar que a avaliação mediadora diz respeito à concepção de que: o erro é fecundo e positivo, um elemento fundamental à produção de conhecimento pelo ser humano. a opção epistemológica está em corrigir ou refletir sobre a tarefa do aluno; corrigir para ver se ele aprendeu. a correção da produção de conhecimento do aluno o leva à superação da dificuldade, ao enriquecimento do saber. o aluno é considerado um receptor passivo dos conteúdos que o docente sistematiza; suas falhas, seus argumentos incompletos e inconsistentes não são considerados senão algo indesejável e digno de um dado de reprovação.
Ao caracterizar a perspectiva da ação avaliativa como uma das mediações pelas quais o professor encoraja a reorganização do saber, Hoffmann (1991) destaca a importância da reciprocidade intelectual entre os elementos da ação educativa. Ou seja, professor e aluno buscando coordenar seus pontos de vista. Nesse sentido, podemos afirmar que a avaliação mediadora pressupõe: dialogar, que é refletir em conjunto sobre o objeto de conhecimento. Exige aprofundamento em teorias do conhecimento e nas diferentes áreas do saber. conversar com os alunos, despertando o interesse e a atenção pelo conteúdo a ser transmitido. acompanhar os alunos, em todos os momentos possíveis, para observar passo a passo seus resultados individuais. organizar os estímulos com os quais o aluno entrará em contato para aprender, uma vez que seu conhecimento vem dos objetos.
Entre os mais importantes instrumentos pedagógicos que devem auxiliar o professor na organização do trabalho educativo a ser realizado na Educação Infantil estão: O planejamento, o registro e a avaliação. O currículo orientado por disciplinas e a avaliação. As avaliações de anos anteriores e o currículo. O projeto pólitico pedagógico da instituição e as fichas individuais de avaliação. O planejamento, a alfabetização e os livros didáticos.
A didática tem como objeto de estudo os processos de ensino e aprendizagem na relação educacional, ou seja, é uma atividade que se unifica na práxis de quem ensina. Considerada disciplina eminentemente pedagógica, a didática tem como objetivo principal: promover a relação teoria e prática. construir as metodologias de ensino; efetuar a articulação com outras ciências da educação; favorecer o desenvolvimento pleno do educando; oferecer ao professor o domínio das técnicas de ensino;.
São temas fundamentais da Didática: Objetivos sócio-políticos e pedagógicos da educação escolar. Desenvolvimento histórico dos métodos de ensino e aprendizagem. Escola e dinâmica das relações sociais. Valorização dos profissionais da educação. Interpretação dos conteúdos.
A formação docente abrange duas dimensões: a formação teórico-científica e a técnico-prática. As disciplinas teórico-científicas referem-se necessariamente a: Didática Geral que propõe as metodologiasespecíficas. prática escolar, de modo que os estudos específicos, as disciplinas sejam relacionadas com o mercado de trabalho. prática escolar, de modo que os estudos específicos sejam relacionados com os de formação pedagógica. o estabelecimento de técnicas de ensino, vinculadas ao cotidiano do estudante teoria, desvinculada da prática.
O planejamento escolar é uma atividade de reflexão acerca das opções e ações educativas. Desse modo deve considerar: as implicações sociais que têm um significado genuinamente político a assimilação dos conhecimentos e o desenvolvimento das capacidades mentais dos alunos, as quais têm valor por si mesmos. as situações didáticas previstas para cada ano, conforme os formulários para o controle administrativo. o desenvolvimento das atividades assistemáticas e o estudo do aluno sob a direção do professor que o planejamento escolar está restrito as atividades na sala de aula.
Observe as afirmativas abaixo e coloque V para alternativas verdadeiras e F para as falsas: ( ) A creche, a pré-escola e os centros de educação infantil são instituições educativas destinadas a promover o desenvolvimento integral das crianças até três anos de idade. São espaços de formação também para os integrantes da equipe responsável e para as famílias. ( ) Para orientar as atividades desenvolvidas, a equipe da instituição de educação infantil deve contar com uma proposta pedagógica em forma de documento, discutida e elaborada por todos, a partir do conhecimento da realidade daquela comunidade, mencionando os objetivos que se quer atingir com as crianças e os principais meios para alcançá-los. ( ) A proposta pedagógica deve ser um instrumento de trabalho, periodicamente revisto, com base exclusivamente nas Legislações Federais, Estaduais e Municipais. ( ) É importante que as diversas atividades desenvolvidas com as crianças sejam registradas e documentadas, de forma a permitir troca de informações dentro da equipe, acompanhamento dos progressos realizados pelas crianças e comunicação com as famílias. ( ) Para elaborar a proposta pedagógica, a equipe de uma instituição de educação infantil deve se atualizar sobre as orientações legais vigentes e sobre os conhecimentos já acumulados a respeito da educação infantil. ( ) Livros, revistas, materiais acessíveis pela internet, entre outros recursos, são importantes subsídios para fundamentar o planejamento do trabalho pedagógico, a formação em serviço e o relacionamento com as famílias. A sequência correta é: F, V, F, V, V, V. F, F, F, V, V, V. V, V, V, F, F, F. V, F, V, V, V, V. F, V, V, V, V, V.
(Instituto Federal de Educação - MG - Técnico em Assuntos Educacionais - 2008) Segundo Paulo Freire, o conceito de Educação de Adultos vai se movendo na direção do de Educação Popular na medida em que a realidade começa a fazer algumas exigências à sensibilidade e à competência científica dos educadores e das educadoras. São algumas dessas exigências, EXCETO: Compreensão crítica dos educadores do que vem ocorrendo no cotidiano do meio popular. Indicação dos procedimentos didáticos e dos conteúdos, visando a promover a emancipação dos grupos populares. Reconhecimento da prática educativa como prática política, recusando-se a deixar-se aprisionar na burocracia dos processos escolarizantes. Tentativa de se conseguir o esforço necessário da superação da "educação bancária", tendo no educando um sujeito cognoscente.
A ampla gama de conhecimentos construídos no ambiente escolar ganham sentido quando há interação contínua e permanente entre o saber escolar e os demais saberes, entre o que o aluno aprende na escola e os seus conhecimentos prévios. O relacionamento entre escola e comunidade deve favorecer a integração dos diversos espaços educacionais que existem na sociedade, tendo como objetivo: criar ambientes culturais diversificados que contribuam com a construção do conhecimento científico, uma das finalidades próprias da educação escolar. a interação escola X família e a educação sistemática a qual deve ser assumida pelos familiares dos alunos, com o apoio das secretarias de educação. contribuir com o fortalecimento dos laços familiares dos pais com a escola favorecendo uma educação assistemática. a interação escola X família X comunidade mais próxima e a educação sistemática a qual deve ser assumida pelos familiares dos alunos. favorecer as transformações sociais que é um dos papéis da escola pública.
O conhecimento escolar é resultado de um complexo e intricado processo de construção, modificação e reorganização utilizado pelos alunos para assimilar e interpretar os conteúdos escolares. Desse modo a ação pedagógica deve: considerar o conteúdo que o educador domina e não a atuação do próprio aluno. se ajustar ao que os alunos conseguem realizar em cada etapa de desenvolvimento, dos conhecimentos que adquiriu anteriormente e do ensino que recebe. favorecer apenas a transmissão do conhecimento que domina o que viabiliza a aprendizagem significativa. favorece a aprendizagem memorística pela transmissão dos saberes racionais e objetivos propostos pela equipe de apoio pedagógico das secretarias de educação. reconhecer que a educação é fator primordial de mudanças econômicas e sociais e nessa direção precisa aperfeiçoar a eficiência interna e externa do ensinar e do aprender.
O planejamento de ensino deve ser alicerçado no Projeto Político Pedagógico escolar, construído coletivamente e avaliado anualmente. Assim as atividades educativas devem traduzir em termos mais próximos e concretos: os conteúdos dos livros didáticos selecionados pelo MEC. os objetivos traçados pela equipe de apoio pedagógico e operacionalizados pelos professores. os objetivos que visam a transformação da sociedade. os objetivos que visam a manutenção da sociedade. os propósitos definidos pelo/a professor/a no sentido de favorecer aprendizagens significativas.
No planejamento mensal as professoras da escola municipal consideraram as definições registradas no PPP que foi elaborado coletivamente, contemplando a aprendizagem significativa, numa tendência sócio-histórica. Assim elas deverão selecionar conteúdos prevendo o nível de aprendizagem em que os seus alunos se encontram, levando ainda em conta: o ritmo próprio da aprendizagem e a necessidade de priorizar o senso comum na transmissão dos saberes curriculares. a neutralidade dos conteúdos e a flexibilidade do planejamento. a relevância social dos conteúdos e as suas contribuições para o desenvolvimento intelectual dos seus alunos. a importância de assegurar o senso comum no processo ensino-aprendizagem e o respeito ao ritmo próprio de cada aluno. a necessidade de priorizar o senso comum na transmissão dos saberes curriculares e a relevância social dos mesmos.
Ao possibilitar aos aluno e alunas o domínio dos conhecimentos culturais e científicos a educação escolar socializa: o saber do senso comum, fundamental para a atuação no trabalho profissional. o conhecimento espontâneo que desenvolve as capacidades operativas para o/a aluno/a ingressar com profissionalismo no mercado de trabalho. os meios educacionais para a transformação social. os instrumentos para as lutas sociais, pois a educação é determinante das necessárias transformações da sociedade brasileira. o saber sistematizado e desenvolve capacidades cognitivas e operativas nas lutas sociais pela conquista dos direitos de cidadania.
De acordo com a abordagem histórico-cultural nas situações de ensino e aprendizagem compartilhadas com o/a professor/a, o/a aluno/a aprende significados, modos de agir e de pensar, e começa a elaborá-los. Nesse sentido, a educação escolarizada e o/a professor/a devem assumir: o compromisso de deixar os/as alunos/as seguirem o desenvolvimento em conformidade com as suas etapas evolutivas. a atitude de aguardar o desenvolvimento do/a aluno/a, o qual ocorre mediante o processo de equilibração. um papel assistencialista que visa compensar as lacunas do processo educativo do/a aluno/a. um papel singular no desenvolvimento do indivíduo. um papel ativo e não intervir nos processos de elaboração do conhecimento do/a aluno/a.
Uma educação voltada para os interesses majoritários da sociedade efetivamente se defronta com limites impostos pelas relações de poder no seio da sociedade. O reconhecimento do papel político do trabalho docente implica: na culpabilização do docente, como único responsável pelo fracasso escolar. que a educação oferecida a classe trabalhadora deve visar atitudes conformistas que asseguram o ingresso e permanência no mercado de trabalho. que a escola pública seja o espaço privilegiado e responsável pelas transformações sociais. na luta pela modificação dessas relações de poder e na apropriação dos conhecimentos científicos pelas classes populares. que o ensino de qualidade socialmente referenciado seja o motor das necessárias transformações sociais.
O desenvolvimento de uma prática docente comprometida com a qualidade social do ensino e da aprendizagem deve contemplar a leitura realizada pelo professor diariamente, bem como as atividades sequenciadas e permanentes. As atividades sequenciadas são situações didáticas: propostas com regularidade, com o objetivo de construir atitudes e criar hábitos coerentes com a manutenção de valores vigentes na sociedade. que funcionam apenas por meio de projetos. utilizadas conforme as datas comemorativas e fornecem um produto final predeterminado conformeo conhecimento docente. articuladas, cujo critério principal são os níveis de dificuldade da aprendizagem. proporcionadas diariamente de acordo com as demandas contemporâneas e o tema debatido na mídia.
Na construção de uma proposta pedagógica é fundamental considerar três aspectos: o que pensa o aluno; o conhecimento sobre a língua; e a didática. A didática, na perspectiva libertadora se assenta: na prática política com ênfase nos conteúdos sistematizados. no processo de participação ativa nas discussões e nas ações práticas sobre questões da realidade social imediata. em temas descritivos e prescritivos que visam manter os valores vigentes na sociedade. na neutralidade científica, priorizando o processo educativo já sistematizado e a pesquisa participante. em uma metodologia participativa baseada na teoria do Ciclo Docente.
Report abuse Terms of use
HOME
CREATE TEST
INFO
STADISTICS
RECORDS
Author's Tests