option
My Daypo

Operações Terrestres

COMMENTS STADISTICS RECORDS
TAKE THE TEST
Title of test:
Operações Terrestres

Description:
Questíonário 07

Author:
julianogomessantos@hotmai
(Other tests from this author)

Creation Date:
12/10/2021

Category:
Others

Number of questions: 165
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
Share the Test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
Last comments
No comments about this test.
Content:
As Operações Terrestres poderão ser de caráter: Ofensivo e Defensivo Real e de Adestramento Centralizado e Descentralizado Operativo e Tático Expedicionário e Anfíbio.
O sucesso no campo de batalha somente é obtido por intermédio: das Operações Ofensivas das Ações Táticas das Operações Defensivas das Operações Terrestres do caráter expedicionário da força.
“Significa atacar, explorar as fraquezas do inimigo e manter a iniciativa”. O trecho faz referência: Operações Ofensivas Inquietação Operações Defensivas Operações Terrestres Aproveitamento do Êxito.
São propósitos da Operação Ofensiva, EXCETO: Impedir o acesso do inimigo à determinada área desviar a atenção do inimigo / privar o inimigo de recursos fixar o inimigo em posição / desorganizar um ataque conquistar áreas ou pontos importantes do terreno destruir forças ou material inimigos / obter informações.
05- Assinale a única alternativa correta sobre as fases da ofensiva. Preparação, Execução e Continuação Planejamento, Marcha para o combate, Execução OODA, Ataque coordenado e Destruição Planejamento, Assalto e Perseguição Preparação, Execução, Aproveitamento do Êxito.
06- Esta fase da ofensiva tem início com o recebimento da diretiva, que dará origem à operação, até a ocupação de uma posição de ataque (PAtq) e subseqüente transposição de uma linha de partida (LP), o que marca efetivamente o inicio da fase subsequente. Preparação Continuação Marcha para o combate Execução Planejamento.
07- em qual fase da ofensiva ocorre o recebimento da Diretiva? Preparação Marcha para o combate Continuação Execução Planejamento.
08- qual fase da ofensiva ocorre a Marcha para o Combate? Preparação Execução Marcha de aproximação Continuação Planejamento.
09- Esta fase se inicia com o cruzamento de uma LP ou linha de contato (LC) até a conquista do(s) objetivo(s) (Obj) decorrentes das tarefas impostas pela missão atribuída na diretiva. Execução Continuação Assalto Aproveitamento do êxito Planejamento.
10- Durante a fase da Execução, sob a proteção dos fogos de preparação realizados pelas armas de apoio, as tropas progridem até as: Posições de Assalto (PAss), Linha Final de Coordenação (LFC) ou Linha de Provável Desenvolvimento (LPD) Posições de Assalto (PAss), Linha Final de Coordenação (LFC) ou Área do Objetivo (AObj) Posições de Combate (PCom), Linha Final de Coordenação (LFC) ou Limite Anterior da Área de Defesa Avançada (LAADA) Posições de Assalto (PAss), Linha Final de Coordenação (LFC) ou Zona de Reunião (ZReu) Linha Final de Coordenação (LFC), Linha de Provável Desenvolvimento (LPD) ou Área do Objetivo (AObj).
11- Durante a fase de execução de uma operação terrestre, o efeito de obscurecimento e de neutralização proporcionado pelas armas de apoio é, em geral, necessário para apoiar o assalto. Porém, na medida do possível, o que deve ser preservado(a)? A surpresa O fogo em movimento A velocidade A violência O silêncio.
12- Analise as proposições abaixo no tocante à fase de execução de uma Operação Ofensiva e, em seguida, assinale a alternativa correta. I- Quanto mais próximo dos flancos do objetivo o escalão de assalto chegar antes de abrir fogo, melhor. II- O assalto ocorre tão logo os fogos das armas de apoio tenham se deslocado para a vanguarda e flancos da posição inimiga para não por em risco o escalão de assalto III- Desencadeando os fogos de assalto com suas armas orgânicas, o escalão de assalto se lança, rápida e agressivamente sobre o(s) objetivo(s). IV- O escalão de assalto não se detém na orla posterior do(s) objetivo(s); pelo contrário, dirige-se com rapidez em um único lanço, ou executando as técnicas de fogo e movimento quando a resistência inimiga assim exigir, até a orla anterior ou a parte que lhe for designada. V- A história ensina que a violência no combate é uma arma preciosa. A unidade, os homens ou máquinas que conseguem, consistentemente, se mover e agir mais rápido que seu inimigo durante o assalto obtêm vantagem decisiva. Apenas a III está correta I e V estão corretas II e IV estão corretas Apenas a V está correta I e III estão corretas.
13- No caso de um ataque noturno, durante a fase de execução da operação ofensiva, até qual posição que a tropa deve progredir? Linha de Provável Desenvolvimento (LPD) Zona de Reunião (ZReu) Limite Anterior da Área de Defesa Avançada (LAADA) Linha Final de Coordenação (LFC) Posição de Assalto (PAss).
14- Com relação a Execução da ofensiva, podemos afirmar que: Sob a proteção dos fogos de preparação realizados pelas armas de apoio, as tropas progridem até as Posições de Assalto (PAss), Linha Final de Coordenação (LFC) ou Linha de Provável Desenvolvimento (LPD), no caso de um ataque noturno. Esta fase se inicia com o cruzamento de uma LP ou Linha Final de Coordenação (LFC) até a conquista do(s) objetivo(s) (Obj) decorrentes das tarefas impostas pela missão atribuída na diretiva. Quanto mais próximo do objetivo o escalão de segurança chegar antes de abrir fogo, melhor. Além do inimigo ser atingido psicologicamente, ele também terá menos tempo para colocar em ação suas armas mais pesadas. O efeito de obscurecimento e de neutralização proporcionado pelas armas de apoio, em geral é necessário para apoiar o assalto. Porém, na medida do possível, a velocidade deve ser preservada. Esta fase se inicia com o cruzamento de uma LP ou Linha de Provável Desenvolvimento (LPD) até a conquista do(s) objetivo(s) (Obj) decorrentes das tarefas impostas pela missão atribuída na diretiva.
15- Para não pôr em risco o escalão de assalto, o assalto propriamente dito ocorrerá tão logo os fogos das armas de apoio: tenham se deslocado para a retaguarda e flancos da posição inimiga tenham se deslocado para a vante e flancos da posição inimiga tenham se deslocado para vante da posição inimiga tenham se deslocado para os flancos da posição inimiga tenham se deslocado para a retaguarda.
16- A história ensina que a _____________ no combate é uma arma preciosa. Durante o assalto, quem utilizá-la melhor obtém vantagem decisiva. Velocidade Agressividade Inteligência Perspicácia Violência.
17- Para garantir velocidade no assalto, cada combatente deve realizar algumas ações, EXCETO: atacar mediante comandos verbais ou visuais e, sendo um comandante de pequena fração, posicionar-se à frente explorar convenientemente os pequenos abrigos proporcionados pelo terreno em sua zona de ação (ZAç) explorar convenientemente a qualidade dos campos de tiro em sua zona de ação (ZAç) explorar convenientemente as cobertas proporcionados pelo terreno em sua zona de ação (ZAç) possuir a máxima habilidade com as armas por ele usadas.
18- A velocidade de progressão das frações será influenciada pela ____________________proporcionada pela formação adotada. Em geral, uma formação _________________oferece mais flexibilidade do que a em linha, que compromete todo o poder de combate em uma direção. flexibilidade de manobra / em triângulo (ou em cunha) exigibilidade de manobra / em triângulo (ou em cunha) maneabilidade / escalonada violência / em cunha velocidade / em vê (V).
19- “Com a conquista do (s) objetivo (s), segue-se uma série de ações com vistas a consolidar sua posse, reorganizar a tropa e adotar um dispositivo que permita a continuação das operações”. A frase se refere a que fase da Operação Ofensiva? Continuação Perseguição Aproveitamento do êxito Execução Assalto.
20- A fase de Continuação da Operação Ofensiva, após a conquista do(s) objetivo (s), poderá dar início a dois tipos de operações ofensivas. Quais? Perseguição e Aproveitamento do êxito Continuação e Perseguição Aproveitamento do êxito e Continuação Execução e Assalto Consolidação do terreno e Assaltos subseqüentes.
21- A destruição dos bolsões de resistência apresentados pelos remanescentes, bem como manter pressão sobre o inimigo e destruir sua capacidade de reorganizar-se culminando com a destruição da tropa inimiga, são aspectos inerentes: Aproveitamento do êxito e Perseguição Continuação e Perseguição Envolvimento e Ataque frontal Continuação e Destruição Infiltração e Penetração.
22- São tipos de Operações Ofensivas, EXCETO: Perseguição Marcha para o Combate Aproveitamento do êxito Reconhecimento Ataque Coordenado.
23- Em uma ação ofensiva existem três tarefas a serem realizadas em relação ao inimigo. Assinale a alternativa que representa apenas essas tarefas. localizá-lo e fixá-lo em posição; manobrar de modo a obter uma vantagem tática; no momento e local oportunos, desencadear um ataque decisivo para destruílo. manobrar de modo a obter uma vantagem operativa; fixálo em posição; no momento e local oportunos, desencadear um ataque decisivo para desarticulá-lo fixá-lo em posição, manobrar de modo a obter uma vantagem psicológica, no momento e local oportunos, desencadear um ataque decisivo para destruí-lo. fixá-lo em posição; manobrar de modo a obter uma vantagem operativa; destruí-lo localizá-lo; fixá-lo em posição; manobrar de modo a obter uma vantagem tática.
24- É uma operação que visa estabelecer, o mais cedo possível, o contato com o inimigo ou restabelecê-lo quando perdido. Termina com a ocupação de uma região préestabelecida ou quando posições de resistência do inimigo impedem o movimento, forçando o desdobramento da tropa. marcha para o combate ataque coordenado ataque frontal envolvimento penetração.
25- Assinale a única opção que contempla as três formações táticas possíveis durante a Operação Ofensiva “Marcha para o Combate”. coluna de marcha, coluna tática e marcha de aproximação marcha de combate, coluna de marcha e coluna tática coluna de aproximação, coluna de combate e marcha tática marcha de combate, coluna de aproximação e coluna tática coluna de marcha, coluna para o combate e marcha de aproximação.
26- Existem três formações táticas possíveis durante a Operação Ofensiva “Marcha para o Combate”, a saber: Coluna de Marcha, Marcha de Aproximação e Coluna Tática. Assinale a opção que apresenta, respectivamente, suas utilizações adequadas em relação ao contato com o inimigo. remoto, iminente e pouco provável Pouco provável, provável, muito provável pouco provável, iminente e provável iminente, pouco provável e muito provável remoto, iminente e provável.
27- Qual é o principal tipo de operação ofensiva? ataque coordenado marcha para o combate ataque frontal envolvimento desbordamento.
28- Correlacione as colunas e em seguida assinale a opção correta. I- Coluna de Marcha II- Coluna Tática III- Marcha de Aproximação ( ) Neste caso, considerações táticas e administrativas existem paralelamente. ( ) Prevalecem as considerações táticas e a tropa será desdobrada progressivamente à medida em que se prenuncia o contato ( ) Prevalecem as medidas que visam facilitar e acelerar o movimento. O deslocamento é realizado, normalmente, por estradas e motorizado ( ) A tropa é organizada para o combate de modo a permitir rápida entrada em ação em face de qualquer interferência do inimigo. II, III, I, II II, II, I, - II, II, I, III II, I, III, III I, II, III, II.
29- Durante qual tipo de Operação Ofensiva deve-se esperar a ocorrência de um combate de encontro? marcha para o combate marcha de aproximação marcha tática coluna tática coluna de marcha.
30- Consiste na ação que ocorre quando uma tropa em movimento, não desdobrada para o combate, engaja-se com uma tropa inimiga, parada ou em movimento, sobre a qual não dispõe de informações adequadas. Combate de encontro Ação Divergente Ação Diversionária Combate Iminente Emboscada.
31- A ocorrência do Combate de Encontro é mais freqüente: nos pequenos escalões de tropa nos grandes escalões de tropa Nas UAnf Nas BAnf Nos ElemAnf.
32- Pela imprevisibilidade de sucesso de ambos os partidos neste tipo de embate, por meio de quê deve-se evitar a ocorrência de um combate de encontro? Elementos de segurança à frente Apoio aéreo fotográfico Utilização de OVN nos combates noturnos Elementos de Assalto à frente Utilizando-se um volteador experiente.
33- É uma operação realizada com propósito limitado, visando revelar e testar o dispositivo e o valor do inimigo em uma determinada posição ou obter outras informações. Reconhecimento em força Marcha para o combate Ataque coordenado Perseguição Aproveitamento do êxito.
34- O ataque coordenado pode ser precedido: Reconhecimento em força e/ou Marcha de Aproximação Marcha para o combate e/ou Aproveitamento do êxito Aproveitamento do êxito e/ou Perseguição Reconhecimento em força e/ou Aproveitamento do êxito Coluna tática e/ou Penetração.
35- É a agressiva continuação de um ataque bem sucedido e tem início, normalmente, quando for constatado que a tropa inimiga está encontrando dificuldades para manter sua defensiva. Aproveitamento do êxito Continuação Perseguição Marcha para o combate Reconhecimento em força.
36- Assinale a alternativa condizente com a finalidade do Aproveitamento do êxito. destruir a capacidade do inimigo de resistir ao ataque e reorganizar-se ou realizar um movimento retrógrado ordenado. conquistar um objetivo à retaguarda do seu dispositivo localizar o inimigo e fixá-lo em posição, manobrar de modo a obter uma vantagem tática e, no momento e local oportunos, desencadear um ataque decisivo para destruílo. obrigar o inimigo a reagir em força e decididamente, sem que se permita um engajamento decisivo completar a destruição da tropa inimiga.
37- é uma operação destinada a cercar e destruir uma tropa inimiga que está em processo de desengajamento ou que tenta fugir. Perseguição Continuação Aproveitamento do êxito Marcha para o combate Reconhecimento em força.
38- Nas operações ofensivas, as tropas atacantes podem empregar cinco formas de manobra tática, ou a combinação delas, para colocar seu poder de combate em vantagem sobre o inimigo. Assinale a opção que as apresenta. Ataque Frontal, Penetração, Infiltração, Envolvimento e Desbordamento Continuação, Envolvimento, Ataque frontal, Infiltração e Penetração Aproveitamento do êxito, Continuação, Penetração, Marcha para o Combate e Perseguição Perseguição, Ataque Coordenado, Infiltração, Envolvimento e Desbordamento Reconhecimento em força, Marcha para o combate, Penetração, Envolvimento e Ataque frontal.
39- Nesta Manobra Tática Ofensiva, o ataque principal (AtqPcp) é orientado contra uma faixa estreita da posição defensiva do inimigo, com a finalidade de romper o seu dispositivo, dividi-lo e derrotá-lo por partes. Penetração Desbordamento Envolvimento Infiltração Ataque frontal.
40- Ao se perceber em combate que o dispositivo inimigo não apresenta flancos acessíveis e/ou vulneráveis além de estar desdobrado em larga frente, entretanto existem pontos fracos na posição defensiva e o terreno/observação é favorável ao atacante, qual a manobra tática ofensiva é indicada para estas condições? Penetração Desbordamento Envolvimento Infiltração Ataque frontal.
41- O emprego coordenado da manobra e do apoio de fogo para cerrar sobre o inimigo, destruí-lo ou neutralizá-lo é o que caracteriza este tipo de operação ofensiva. A afirmativa diz respeito: Ataque coordenado Aproveitamento do êxito Perseguição Marcha para o combate Reconhecimento em força.
42- Qual é o tipo de operação terrestre que é empregada contra posições inimigas organizadas ou fortificadas e necessita de adequado apoio de fogo? Ataque coordenado Perseguição Marcha para o combate Reconhecimento em força Aproveitamento do êxito.
43- Qual dos tipo de operação terrestre que pode se transformar em perseguição? Aproveitamento do êxito Reconhecimento em força Marcha para o combate Ataque coordenado Ataque frontal .
44- Qual dos tipo de operação terrestre que o inimigo perde sua capacidade de influenciar a situação e age de acordo com as ações da tropa atacante? Perseguição Ataque coordenado Marcha para o combate Reconhecimento em força Aproveitamento do êxito.
45- Nas operações ofensivas, as tropas atacantes podem empregar cinco formas de manobra tática, ou a combinação delas, para colocar seu poder de combate em vantagem sobre o inimigo. Assinale a única alternativa que não faz referência a uma das manobras táticas ofensivas. Ataque coordenado Infiltração Desbordamento Penetração Envolvimento.
46- Correlacione as colunas e, em seguida, assinale a alternativa correta. Manobras Táticas Ofensivas I- Ataque Frontal II- Penetração III- Desbordamento IV- Envolvimento V- Infiltração Características ( ) Deslocamento furtivo ( ) Objetivo mais profundo ( ) Rompimento e alargamento de brecha ( ) Menos desejável ( ) Objetivo à retaguarda V, IV, II, I, III III, IV, II, I, V V, III, II, I, IV III, II, I, IV, V II, III, V, I, IV.
47- A manobra tática ofensiva “Penetração”, é adotada em função da existência de uma ou mais das seguintes condições, EXCETO: o terreno e a observação são favoráveis ao defensor existem pontos fracos na posição defensiva não há tempo suficiente para a montagem de outra forma de manobra o inimigo está desdobrado em larga frente o dispositivo inimigo não apresenta flancos acessíveis e/ou vulneráveis.
48- A penetração, em geral, compreende três etapas. Quais? rompimento da posição defensiva avançada do inimigo, alargamento e manutenção da brecha e conquista e manutenção de objetivos rompimento da posição defensiva avançada do inimigo, aprofundamento e manutenção da brecha e conquista e manutenção do ímpeto de ataque rompimento da brecha, conquista dos objetivos iniciais, manutenção da posição defensiva rompimento da brecha, alargamento e manutenção da área dos objetivos, aprofundamento rompimento da condição mental do inimigo, alargamento e manutenção da brecha e conquista e manutenção de objetivos.
49- Normalmente, o ataque frontal é a forma de manobra menos desejável para ser realizada, por quê? Porque o inimigo terá condições de aplicar o seu máximo poder de fogo em toda a frente da tropa atacante Porque é a manobra tática de aplicação mais complexa e de difícil coordenação Porque o inimigo terá condições favoráveis no combate corpo-a-corpo Porque o inimigo terá supremacia de fogos frente a tropa atacante Porque o inimigo terá condições de reagir mais rapidamente ao ataque.
50- Raramente o ataque frontal conduz a resultado decisivos. A menos que: haja uma grande superioridade do poder de combate do atacante haja uma grande superioridade do poder de inteligência do atacante haja uma tática de abordagem agressiva haja um apoio de fogo eficiente haja um comando treinado e experiente nesse tipo de operação.
51- No Desbordamento, o ataque principal ou de desbordamento contorna, por terra ou pelo ar, as principais posições defensivas do inimigo, visando conquistar: um objetivo à retaguarda do seu dispositivo pontos críticos pontos capitais posições de bloqueio um objetivo profundo à retaguarda do seu dispositivo.
52- Julgue as proposições abaixo no que se refere ao Desbordamento e, em seguida, assinale a alternativa correta. ( ) Esta manobra procura evitar um engajamento decisivo com a parcela principal do sistema defensivo. ( ) Atinge o inimigo onde ele é mais fraco, desorganizando seus sistemas de comando, de comunicações, de apoio logístico e meios de apoio de fogo cortando seus itinerários de retraimento. ( ) impõe ao inimigo uma destruição em posição. ( ) É a forma de manobra tática que oferece melhor oportunidade para obtenção do sucesso e tende a diminuir o número de baixas entre os atacantes. ( ) Em condições normais, o desbordamento só não deve ser adotado preferencialmente à penetração e ao ataque frontal. V, V, V, V, F V, V, V, F, F V, V, F, F, F V, F, F, F, F V, V, V, V, V.
53- A execução do desbordamento caracteriza-se: pelo sigilo nas ações iniciais, rapidez no deslocamento do ataque principal e proteção dos seus flancos expostos. pelo apoio de fogo nas ações iniciais, rapidez no deslocamento da reserva do ataque principal e proteção de sua retaguarda exposta. pelo apoio de fogo nas ações iniciais, rapidez no deslocamento da reserva do ataque principal e proteção dos seus flancos expostos. pelo apoio de fogo nas ações iniciais, rapidez no deslocamento do ataque principal e proteção dos seus flancos expostos. pelo sigilo nas ações iniciais, rapidez no deslocamento do ataque principal e proteção de sua retaguarda exposta.
54- Qual é a forma de manobra tática que oferece melhor oportunidade para obtenção do sucesso e tende a diminuir o número de baixas entre os atacantes? Desbordamento Ataque coordenado Infiltração Penetração Envolvimento.
55- Durante o Envolvimento, com vistas a manter o inimigo engajado e evitar que suas reservas sejam empregadas contra o ataque principal, Todo o esforço será desenvolvido pelo (a): Ataque secundário Ataque coordenado Ataque furtivo Reserva de combate Grupo de Reação.
56- O Duplo desbordamento é uma variante do desbordamento em que o atacante procura contornar, simultaneamente, ambos os flancos da posição inimiga. É de difícil controle e exige: grande superioridade de poder de combate e de mobilidade. grande superioridade de poder de manobra e de informações. grande superioridade de informações e de logística grande superioridade de adestramento e de coesão. grande superioridade de poder de combate e de contingente.
57- O Desbordamento como técnica de movimento é semelhante ao desbordamento como forma de manobra tática ofensiva, na medida em que o atacante, por meio de uma força secundária, fixa o inimigo, enquanto o grosso contorna suas 128 posições. Entretanto, difere-se a técnica de movimento da manobra tática, principalmente por: não ter o propósito de atacar o inimigo e sim manter a impulsão do ataque não ter o propósito de atacar e sim manter o contato com o inimigo não ter o propósito de impulsionar o ataque, e sim dissolver barreiras ao movimento não ter o propósito de atacar o inimigo, e sim criar condições para uma retirada anfíbia não ter o propósito de manter a impulsão do ataque e sim promover uma ação diversionária.
58- “o ataque principal contorna, por terra ou pelo ar, as posições defensivas do inimigo, visando conquistar objetivos profundos em sua retaguarda”. Essa afirmativa refere-se: Envolvimento Ataque coordenado Infiltração Desbordamento Penetração.
59- Qual a forma de manobra tática ofensiva que força o defensor a abandonar sua posição para fazer face à ameaça envolvente,sendo, o inimigo, engajado em local escolhido pelo atacante. Envolvimento Ataque coordenado Infiltração Penetração Desbordamento.
60- “A adoção desta forma de manobra é de grande importância em situações nas quais exista a oportunidade de conquistar um ponto crítico antes que uma tropa inimiga possa retirar-se ou ser reforçada”. O trecho se refere: Envolvimento Infiltração Ataque coordenado Penetração Desbordamento.
61- O Envolvimento difere-se do desbordamento por dois motivos evidentes. Quais? Não ser dirigido para atingir o inimigo em sua própria posição defensiva e por sujeitar a tropa envolvente a operar independentemente, fora da distância de apoio de qualquer outra tropa terrestre atacante. Pela possibilidade do emprego de helicópteros - envolvimento vertical - e por ser dirigido para atingir o inimigo em sua própria posição defensiva Por sujeitar a tropa envolvida a operar independentemente, fora da distância de apoio de qualquer outra tropa terrestre atacante e Pela possibilidade do emprego de helicópteros - envolvimento vertical. Pela possibilidade do emprego de helicópteros - envolvimento vertical e por não ser dirigido para atingir o inimigo em sua própria posição defensiva Por sujeitar a tropa envolvente a operar independentemente, fora da distância de apoio de qualquer outra tropa terrestre atacante e Pela possibilidade do emprego de helicópteros - envolvimento vertical.
62- O duplo envolvimento tem considerações semelhantes às do duplo desbordamento, acrescidas de: maior profundidade da operação e falta de apoio mútuo maior agressividade e falta de apoio mútuo falta de apoio mútuo e maior contingente na operação maior dificuldade de coordenação e controle maior agressividade e profundidade da operação.
63- Em relação à manobra tática de Infiltração, analise as proposições abaixo e marque a alternativa correta. I- A infiltração possibilita o deslocamento furtivo de uma força. II- É realizada por elementos isolados ou em pequenos grupos. III- As ações se dão através, sobre ou ao redor das posições inimigas, ou em seu interior, e o seu posterior desdobramento à retaguarda dessas posições. IV- Embora a infiltração possa ser empregada nas operações ofensivas, ela é normalmente realizada em operações defensivas. Apenas I, II e III estão corretas Apenas I e IV estão corretas Apenas I e III estão corretas Apenas I e II estão corretas Todas estão corretas.
64- A infiltração é normalmente realizada em operações ofensivas apoiando a ação principal e direcionada à funções específicas, EXCETO: conquistar pontos críticos, após a passagem através das posições inimigas, para impedir o seu retraimento ou que seja reforçada conquistar posições de bloqueio, após a passagem através das posições inimigas, para impedir o seu retraimento ou que seja reforçada inserir forças para conduzir operações de inquietação e desgaste na área de retaguarda do inimigo. atacar posições sumariamente organizadas, após passar através do dispositivo inimigo atacar o inimigo, após a passagem através de suas posições, pelo flanco ou retaguarda, em apoio a uma operação de maior vulto.
65- A infiltração pode ser realizada por tropas em diversas maneiras. Assinale a opção que, dependendo das condições, poderá ser utilizada, porém, haverá a possibilidade de comprometimento do sigilo: em CLAnf lançadas por pára-quedas usando embarcações helitransportadas a pé.
66- Qual é o escalão mais apropriado para a realização da infiltração? Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais ou menores BAnf ou menores CiaFuzNav ou menores Grupo de Combate ou menores Esquadra de Tiro.
67- A adoção da forma de manobra de Infiltração tem as seguintes vantagens, EXCETO: possibilitar o emprego de tropa com menor poder de combate contra tropa de maior poder de combate rompimento da posição defensiva avançada do inimigo desorientar e desorganizar o inimigo preparado para o combate linear conquistar região em profundidade com maior rapidez diminuir baixas, desde que mantido o sigilo e garantida a surpresa.
68- O ataque a uma área edificada desenvolve-se em três fases, assinale a única opção correta. isolamento da localidade, conquista de uma área na periferia e progressão através da área edificada. bloqueio dos pontos críticos, estabelecimento de base de fogos e conquista da área edificada. conquista de uma área na periferia, fortificação dessa área e progressão através da área edificada. progressão em uma área na periferia, isolamento e conquista da área edificada. conquista da localidade, isolamento de uma área na periferia e progressão através da área edificada.
69- “Será obtido mediante a conquista dos acidentes capitais que dominam as vias de acesso à localidade. É planejado sob a forma de um ataque coordenado e visa permitir o apoio às demais fases e , principalmente, impedir e/ou dificultar a chegada de reforços inimigos”. Esse trecho fala sobre qual das fases de um ataque a uma área edificada? conquista de uma área na periferia estabelecimento de base de fogos progressão através da área edificada conquista da área edificada isolamento da localidade.
70- “Visa eliminar ou reduzir a observação terrestre e os tiros diretos do inimigo sobre as vias de acesso que demandam à região, garantindo uma base de apoio para a tropa que vai investir sobre a área edificada”. Esse trecho fala sobre qual das fases de um ataque a uma área edificada? conquista de uma área na periferia estabelecimento de base de fogos isolamento da localidade progressão através da área edificada conquista da área edificada.
71- “Consiste no avanço pelo interior da localidade visando a destruição do inimigo e conquista dos objetivos. Tal fase é a que caracteriza a natureza peculiar da operação”. Esse trecho fala sobre qual das fases de um ataque a uma área edificada? progressão através da área edificada estabelecimento de base de fogos conquista da área edificada isolamento da localidade conquista de uma área na periferia.
72- “É aquela que contém inúmeros trabalhos defensivos, dispostos em largura e profundidade, de modo a se apoiar mutuamente”. Área fortificada Área de engenharia Área perigosa Área inimiga Área edificada.
73- Em uma área fortificada, As casamatas, normalmente, dão abrigo: ao armamento coletivo ou instalações de comando e comunicações. ao setor de inteligência ou instalações de comando e comunicações. ao armamento individual ou instalações de comando Aos paióis ou instalações de comunicações. ao componente logístico ou instalações de comando e comunicações.
74- Sempre que possível, o quê um atacante deve procurar fazer em uma área fortificada? isolar, desbordar e neutralizar Conquistar, manter, fortificar infiltrar, danificar, conquistar desbordar, infiltrar e neutralizar isolar, conservar e neutralizar.
75- Qual a forma de manobra tática mais adotada para o ataque a áreas fortificadas? Penetração Infiltração Envolvimento Desbordamento Ataque Coordenado.
76- A transposição de cursos de água pode ser classificada em: de oportunidade e a viva força Preparada e de oportunidade A viva força e preparada Imediata e a viva força Imediata e preparada.
77- A transposição de cursos de água a viva força pode ser classificada em: Imediata e preparada Preparada e de oportunidade de oportunidade e rápida Lenta, rápida e preparada Imediata e a de oportunidade.
78- É aquela transposição na qual o curso de água, embora em território hostil, não é defendido. De oportunidade Progressiva A viva força Imediata Preparada.
79- É aquela transposição de curso d’água na qual o planejamento é eminentemente técnico de engenharia e depende do controle de trânsito para a execução. De oportunidade Progressiva A viva força Imediata Preparada.
80- É aquela transposição de curso d’água na qual o curso de água é defendido ou conta com a presença do inimigo. A viva força Progressiva De oportunidade Imediata Preparada.
81- É aquela transposição de curso d’água conduzida em continuação a uma operação, sem que a tropa perca sua impulsão. É realizada por forças descentralizadas, empregando meios orgânicos ou previamente colocados à sua disposição, bem como meios de fortuna. Imediata Progressiva De oportunidade A viva força Preparada.
82- É a transposição de curso d’água que, normalmente, é realizada quando as defesas inimigas são fracas, quando for possível neutralizar pelo fogo as defesas inimigas e quando o inimigo, embora de efetivo apreciável, esteja desorganizado, mal adestrado ou for apanhado de surpresa. Imediata Progressiva De oportunidade A viva força Preparada.
83- É aquela transposição de curso d’água conduzida após planejamento detalhado e execução de amplos preparativos, visando concentrar poder de combate para prosseguir no ataque na margem oposta. Preparada Progressiva De oportunidade A viva força Imediata.
84- Normalmente, será empregada quando uma transposição imediata falhar ou não puder ser desencadeada, ou quando a resistência esperada do inimigo tornar inexeqüível a transposição imediata. Preparada Imediata Progressiva De oportunidade A viva força.
85- Analise as proposições abaixo e em seguida assinale a alternativa correta. I- A defensiva consiste no emprego do poder de combate com vistas a manter a posse de uma área ou a integridade de uma força ou instalação, bem como criar condições mais favoráveis para a ação ofensiva. II- Embora não seja capaz de impedir o sucesso inimigo, normalmente assegura a vitória sobre o mesmo, pois resultados decisivos não são esperados apenas com o combate ofensivo. III- É o espírito ofensivo que constitui a base para o sucesso da defesa, através do planejamento e execução de ações dinâmicas e da manutenção da iniciativa. IV- O propósito principal de uma operação defensiva é derrotar um ataque inimigo, contendo, repelindo ou destruindo suas tropas. Apenas a II está INCORRETA Apenas I II e III estão corretas Apenas II e III estão corretas Apenas III e IV estão corretas Apenas a I está INCORRETA.
86- São propósitos secundários das operações defensivas, EXCETO: criar condições mais favoráveis às operações defensivas subseqüentes ganhar tempo até a chegada de novos meios controlar pontos críticos e/ou objetivos profundos reduzir a capacidade do inimigo de combater, desgastando suas tropas impedir o acesso do inimigo à determinada área.
87- Como se classificam as operações defensivas? Quanto ao tipo e quanto ao tempo disponível Defesa de área e defesa móvel Ação retardadora, retraimento e retirada Defesa preparada e imediata Defesa de uma ou mais posições e movimentos retrógrados.
88- Como se classificam as operações defensivas quanto ao tipo? Defesa de uma ou mais posições e movimentos retrógrados Defesa circular e defesa em profundidade Defesa de área e defesa móvel Ação retardadora, retraimento e retirada Defesa preparada e imediata.
89- Como se classificam as operações defensivas quanto ao tempo disponível? Ação retardadora, retraimento e retirada Defesa circular e defesa em profundidade Defesa de área e defesa móvel Defesa preparada e imediata Defesa de uma ou mais posições e movimentos retrógrados.
90- Como se classificam as os movimentos retrógrados? Ação retardadora, retraimento e retirada Defesa circular e defesa em profundidade Defesa de área e defesa móvel Defesa preparada e imediata Defesa de uma ou mais posições e movimentos retrógrados.
91- São tipos de Ação Retardadora (AçRtrd): retardamento em uma única posição, em posições sucessivas, em posições alternadas e combinação dos anteriores retardamento em uma única posição, em posições alternadas e combinação dos anteriores retardamento em uma única posição, em posições sucessivas e em posições alternadas retardamento em posições sucessivas, em posições alternadas e combinação dos anteriores retardamento em uma única posição, em duas posições não sucessivas, em posições alternadas e combinação dos anteriores.
92- Os movimentos retrógrados são ações táticas realizadas por uma força em direção à retaguarda ou para longe do inimigo, por pressão deste ou em decorrência de uma idéia de manobra. Em qualquer caso, devem ser aprovadas: Pelo escalão imediatamente superior Pelo COMAP Pelo COMAPEM Pelo Comando do escalão que necessita retroceder Pelo Comandante da Marinha.
93- No caso de um movimento retrógrado,pode vir a ocorrer um acolhimento, no qual uma tropa passa através das linhas de uma outra. Qual(is) caso(s) isso pode acontecer? Ação retardadora e retraimento Ação retardadora e retirada Retirada e retraimento Apenas retirada Apenas retraimento.
94- Quanto ao tempo disponível, qual a defesa instalada imediatamente após a conquista de um objetivo, como parte inicial das medidas para a sua consolidação? Defesa imediata Defesa circular Defesa de área Defesa preparada Defesa móvel.
95- Quanto ao tempo disponível, qual a defesa que ocorre quando uma força não está em contato com o inimigo, nem há iminência de sua ocorrência? Defesa preparada Defesa circular Defesa de área Defesa imediata Defesa móvel.
96- São fundamentos da defensiva, EXCETO: Defesa circular, defesa em ponto forte e defesa em contra-encosta Máximo emprego da ação ofensiva, dispersão e integração e coordenação de medidas de defesa Defesa a toda volta, defesa em profundidade e flexibilidade Conhecimento do inimigo, apoio mútuo e utilização judiciosa do tempo disponível Apropriada utilização do terreno, surpresa e segurança.
97- “Os obstáculos deverão canalizar o movimento das forças inimigas para áreas favoráveis ao desencadeamento de contraataques ou de fogos de destruição”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Apropriada utilização do terreno Apoio mútuo Máximo emprego da ação ofensiva Integração e coordenação de medidas de defesa Flexibilidade.
98- “O defensor deve adotar medidas para não ser surpreendido, uma vez que o inimigo retém a iniciativa das ações e a liberdade de manobra”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Segurança Flexibilidade Defesa a toda volta Conhecimento do inimigo Apropriada utilização do terreno.
99- “É tão importante na defensiva quanto na ofensiva. Assim, o defensor deve empreender seus esforços tanto para negá-la ao inimigo pelo uso de elementos de segurança, reconhecimento e vigilância, quanto para obtê-la”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Surpresa Flexibilidade Conhecimento do inimigo Segurança Apropriada utilização do terreno.
100- “Garante a necessária coesão à área de defesa e dificulta o engajamento e destruição da tropa por partes”.O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Apoio mútuo Flexibilidade Conhecimento do inimigo Segurança Apropriada utilização do terreno.
101- “A liberdade de manobra do atacante faz com que o defensor esteja preparado para enfrentá-lo vindo de qualquer direção, inclusive com tropa transportada por meios aéreos”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Defesa em toda volta Apoio mútuo Conhecimento do inimigo Defesa em profundidade Apropriada utilização do terreno.
102- “É necessária com vistas a reduzir o ímpeto do ataque e evitar o rompimento da posição defensiva; forçar o inimigo a realizar repetidos ataques; permitir ao defensor avaliar as ações executadas pelo inimigo e contê-las; impedir o inimigo a empregar suas reservas em local e momento não decisivos; e diminuir os efeitos dos seus fogos”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Defesa em profundidade Defesa em toda volta Apoio mútuo Conhecimento do inimigo Apropriada utilização do terreno.
103- A profundidade da defesa é conseguida engajando _____________o inimigo com elementos aéreos, com as forças de segurança, empregando as armas de apoio a partir de posições avançadas e em seu máximo alcance de utilização, empregando núcleos defensivos sucessivos, utilizando obstáculos e barreiras dispostos em profundidade, e pela manobra e adequado emprego das reservas e fogos de apoio. o mais cedo possível fortuitamente decisivamente mais tardiamente possível o mais violento possível.
104- A defesa em profundidade deve ser equilibrada com: Defesa em toda volta Apoio mútuo Conhecimento do inimigo Defesa em contra-encosta Apropriada utilização do terreno.
105- “É conseguida pela seleção e preparo de posições de muda e suplementares, pela mobilidade dos elementos de combate e da reserva, pelo controle centralizado das armas de apoio, pela preparação dos planos de contra-ataque e pelo planejamento de retomada das ações ofensivas”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Flexibilidade Defesa em profundidade Segurança Dispersão Defesa em toda volta.
106- “Considerando que a ofensiva é a forma decisiva de combate, o defensor deve estar atento às oportunidades que permitam adotá-la.”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Máximo emprego da ação ofensiva Defesa em profundidade Integração e coordenação das medidas de defesa Dispersão Defesa em toda volta.
107- Considerando que a ofensiva é a forma decisiva de combate, o defensor deve estar atento às oportunidades que permitam adotá-la. Desta forma, o máximo emprego da ação ofensiva constitui um dos fundamentos da defensiva. Nele, ações dinâmicas que levam à retomada da iniciativa. Em relação a estas, marque a única opção INCORRETA. Utilização de movimentos retrógrados contra-atacando suas penetrações na PD incursões contra suas tropas que estejam se preparando para o ataque ataques com as forças de segurança antes que o inimigo alcance a posição defensiva (PD) patrulhamento agressivo.
108- “Este fundamento deve ser considerado concorrentemente com a necessidade de se obter o máximo apoio mútuo, a máxima segurança e o mínimo de vulnerabilidade aos fogos inimigos”. O trecho descreve uma característica de qual fundamento da defensiva? Dispersão Defesa em toda volta Máximo emprego da ação ofensiva Defesa em profundidade Integração e coordenação das medidas de defesa.
109- Em relação à Dispersão como fundamento da defensiva, marque V ou F e, em seguida, assinale a alternativa correta. ( ) Este fundamento deve ser considerado concorrentemente com a necessidade de se obter o máximo apoio mútuo, a máxima segurança e o mínimo de vulnerabilidade aos fogos inimigos. ( ) A dispersão em largura evita que as frentes se tornem muito extensas para o defensor ( ) A dispersão em profundidade pode conduzir a um isolamento dos elementos avançados, os quais ficariam sujeitos a serem engajados e batidos por partes na eventualidade de uma penetração inimiga. ( ) A dispersão em profundidade proporciona mais meios para a reserva, evita os movimentos laterais quando ocorrer um ataque inimigo apenas numa parte da frente, facilita a detecção e destruição de elementos de infiltração e proporciona um dispositivo mais apropriado à realização de contra-ataques. VFFV FVVF FVFV FVVF VFVF.
110- A eficácia da defesa é baseada na integração e coordenação cuidadosa das medidas de defesa. Assinale a única alternativa que não se refere a uma das medidas que merece essa atenção. a transposição de curso d’água o plano de defesa anticarro (DAC) o plano de barreiras o planejamento do apoio de fogo a manobra.
111- A área de defesa (AD) é organizada em profundidade segundo três escalões. Quais? área de segurança (ASeg), área de defesa avançada (ADA) e área de reserva (ARes). Limite Anterior da Área de Defesa Avançada (LAADA), área de segurança (ASeg) e área de fogos (AFog). área de defesa avançada (ADA), Instalação Logística Sumária (ILS) e área de reserva (ARes). área de segurança (ASeg), área de defesa avançada (ADA) e Instalação Logística Sumária (ILS). área de segurança (ASeg), Limite Anterior da Área de Defesa Avançada (LAADA) e área de reserva (ARes).
112- Quais as áreas que consubstanciam a Posição de defesa (PD)? área de defesa avançada (ADA), área de reserva (ARes) área de segurança (ASeg), Instalação Logística Sumária (ILS) área de segurança (ASeg), área de fogos (AFog). Instalação Logística Sumária (ILS), Limite Anterior da Área de Defesa Avançada (LAADA) área de segurança (ASeg), área de defesa avançada (ADA).
113- Correlacione as colunas e assinale a alternativa correta. I- Área de Segurança (ASeg) II- Área de defesa avançada (ADA) III- Área de reserva (ARes) ( ) É a que se estende para frente e para os flancos desde o Limite Anterior da Área de Defesa Avançada (LAADA). ( ) É a que se estende desde a retaguarda dos elementos de primeiro escalão até o limite posterior do escalão considerado. ( ) É a que se estende para retaguarda desde o LAADA até o limite posterior dos elementos de primeiro escalão. Nela é que terão lugar as ações decisivas da defensiva. I, III, II II, I, III II, III, I III, II, I I, II, III.
114- Em qual das áreas que compõe a área de defesa, terão lugar as ações decisivas da defensiva. Área de Defesa Avançada (ADA Área de Reserva (Ares) Área de Fogos (AFog). Instalação Logística Sumária (ILS) área de segurança (ASeg).
115- Na defensiva, qual é o principal meio de que dispõe o comandante para influenciar no combate e reconquistar a iniciativa? A Reserva A Logística A Engenharia de combate O Apoio de Fogos O Apoio Mútuo.
116- São as formas de manobra tática defensiva: Defesa de área, defesa móvel, ação retardadora, retraimento e retirada Defesa circular, defesa em profundidade, ação retardadora, retraimento e retirada Defesa circular, defesa em profundidade, defesa preparada e imediata Defesa preparada, imediata, ação retardadora, retraimento e retirada Defesa de uma ou mais posições e movimentos retrógrados, defesa circular e defesa em profundidade.
117- É a forma de manobra defensiva onde é dada particular atenção à manutenção ou controle de uma região determinada, negando ao atacante o acesso à mesma. Defesa de área Defesa móvel Defesa circular Defesa preparada Defesa de uma ou mais posições.
118- A Defesa de Área é adotada em várias circunstâncias, EXCETO: o terreno permite boa movimentação do defensor o defensor dispõe de menor mobilidade que o inimigo a frente a defender é relativamente estreita a profundidade da ADA é relativamente limitada exigência da posse de uma determinada região.
119- A Defesa de Área é adotada em várias circunstâncias, EXCETO: é esperado que o atacante utilize armamento de destruição em massa. o defensor não possui liberdade de movimento em face da superioridade aérea do inimigo; há forças suficientes para prover o adequado poder de combate; há tempo suficiente para preparar a posição defensiva, inclusive o sistema de barreiras; o terreno restringe os movimentos do defensor;.
120- É o tipo de defesa que tem por finalidade a destruição do inimigo, por meio do fogo e do contra-ataque, após atraí-lo para regiões a isso favoráveis no interior da PD. Defesa móvel Defesa circular Defesa de área Defesa preparada Defesa de uma ou mais posições.
121- A Defesa Móvel é adotada em várias circunstâncias, EXCETO: quando o terreno não permite boa movimentação do defensor a profundidade da ADA é adequada para admitir uma penetração inimiga e uma manobra contra ele a frente a defender excede as possibilidades de se estabelecer uma defesa de área o defensor possui mobilidade igual ou maior que o inimigo quando não é necessário manter uma área específica.
122- A Defesa Móvel é adotada em várias circunstâncias, EXCETO: quando o defensor não possui superioridade aérea o inimigo tem capacidade de empregar armamento de destruição em massa. há forças mecanizadas suficientes para possibilitar rápida concentração do poder de combate; o tempo para o estabelecimento da defensiva é limitado quando o terreno permite boa movimentação do defensor.
123- Qual das circunstâncias abaixo indica a adoção de uma defesa móvel? O inimigo tem capacidade de empregar armamento de destruição em massa. O defensor dispõe de menor mobilidade que o inimigo. Há forças suficientes para prover o adequado poder de combate. A profundidade da ADA é relativamente limitada. A frente a defender é relativamente estreita.
124- É o movimento retrógrado em que uma força sob pressão ganha tempo e cede espaço, infligindo o máximo de retardo e danos ao inimigo, sem se engajar decisivamente no combate. Ação Retardadora Fuga. Retirada. Dispersão. Retraimento.
125- É o movimento retrógrado por meio do qual uma força engajada, ou parte dela, rompe o contato com o inimigo. Retraimento. Ação Retardadora Fuga. Retirada. Dispersão.
126- Quais são os tipos de retraimento? Sob pressão e sem pressão do inimigo Tático e operativo Planejado e imediato Imediato e preparado Rápido e lento.
127- Qual o tipo de retraimento em que o inimigo tenta impedir o desengajamento, atacando? Sob pressão do inimigo Tático Planejado Imediato Rápido.
128- É um movimento retrógrado planejado e realizado por uma força que não está em contato com o inimigo, visando poupar uma força desgastada, permitir o seu emprego em outro local ou evitar um combate decisivo. Retirada. Ação Retardadora Fuga. Dispersão. Retraimento.
129- São Variações de defesa de área, EXCETO: defesa em encosta defesa em ponto forte defesa em área edificada defesa circular defesa elástica.
130- Forma de manobra tática normalmente realizada em operações ofensivas, apoiando a ação principal e direcionada para atacar posições sumariamente organizadas, após passar através do dispositivo inimigo. Infiltração Penetração Ataque frontal Desbordamento Envolvimento.
131- É uma variação de defesa de área estabelecida, normalmente, quando uma tropa receber uma tarefa que lhe obrigue a defender independentemente, não dispondo do apoio de elementos adjacentes; ficar isolada das forças amigas em virtude da ação do inimigo; e receber um setor de defesa que impeça o estabelecimento de uma defensiva normal. defesa circular defesa em contra-encosta defesa em ponto forte defesa em área edificada defesa elástica.
132- Com relação às variações de defesa de área, qual o tipo de defesa que se difere das demais pelo valor tático do terreno em que se localiza e pelo tempo, esforço e meios empregados em sua organização? defesa em ponto forte defesa em contra encosta defesa em área edificada defesa circular defesa elástica.
133- Na defesa em ponto forte, pelo valor tático do terreno em que se localiza e pelo tempo, esforço e meios empregados em sua organização, só poderá ser neutralizada por uma tropa atacante preponderantemente: de Infantaria de Operações Especiais de Fuzileiros Navais Expedicionária Anfíbia.
134- Qual o tipo de operação ofensiva que tem a finalidade de destruir a capacidade do inimigo de resistir ao ataque e reorganiza-se ou realizar um movimento retrógrado organizado? aproveitamento do êxito marcha para o combate ataque coordenado perseguição finta.
135- Qual a forma de manobra tática ofensiva utilizada caso exista a oportunidade de conquistar posições de bloqueio? infiltração ataque frontal penetração duplo desbordamento envolvimento.
136- Transposição de curso d'água conduzida após planejamento detalhado e execução de amplos preparativos. preparada liderada oportunidade viva força imediata.
137- A defesa em ponto forte deve ser ocupada por elementos de combate de valor mínimo igual a subunidade, excepcionalmente: Pelotão Batalhão Companhia CiaFuz Ref Btl Ref.
138- “Embora esta não seja ocupada pelo grosso, seu controle pelo fogo é essencial para o sucesso da defesa. Caso o inimigo aí se estabeleça, o defensor deverá contra-atacar para desalojálo”. Esse trecho faz menção a que tipo de variação de defesa de área? defesa em contra encosta defesa em ponto forte defesa em área edificada defesa circular defesa elástica.
139- A defesa em contra encosta poderá ser adotada, com vantagem, nas seguintes situações, EXCETO: quando o terreno proporcionar boas cobertas e abrigos quando a posse do terreno além da crista militar não for essencial para a observação terrestre do defensor quando o defensor desejar variar o tipo de defesa de área, de modo a confundir o atacante, ou para iludi-lo quanto à localização exata de suas posições quando o defensor perder o controle da encosta quando houver dificuldade em manter a encosta em virtude da densidade e/ou precisão dos fogos inimigos.
140- A defesa em contra encosta poderá ser adotada, com vantagem, na seguinte situação: quando o terreno proporcionar boas cobertas e abrigos quando for necessário evitar uma saliência ou reentrância favorável para o dispositivo defensivo como um todo quando o terreno na contra-encosta não oferecer melhores campos de tiro do que os encontrados na encosta quando o defensor possuir o controle da encosta quando não houver dificuldade em manter a encosta em virtude da densidade e/ou precisão dos fogos inimigos.
141- Em relação a Defesa na Linha de Curso D’água, analise as proposições abaixo e assinale a alternativa correta. I- A utilização de um curso de água como obstáculo representa vantagem especial para o defensor, compensando, muitas vezes, uma inferioridade numérica. Seu valor aumenta com a largura, profundidade e velocidade da corrente. II- O aproveitamento deste acidente é de particular importância no assalto anfíbio, dada a necessidade habitual de manter uma cabeça-de-praia (CP) sob pressão do inimigo e com tropas já desgastadas. III- O LAADA poderá ser localizado ao longo da margem de posse do atacante ou bem a retaguarda desta. IV- Normalmente, situa-se o LAADA ao longo da margem quando os observatórios forem iguais ou melhores do que os do inimigo, houver campos de tiro em relação aos possíveis locais de travessia e houver boas cobertas e abrigos. Apenas I, II e IV estão corretas Todas estão corretas Apenas I, II e III estão corretas Apenas III e IV estão corretas Apenas I e II estão corretas.
142- É uma técnica de variação de defesa de área que admite a penetração do inimigo em região selecionada para emboscá-lo e atacá-lo pelo fogo ao longo de todo seu dispositivo. defesa elástica defesa em contra encosta defesa em ponto forte defesa em área edificada defesa circular.
143- Esta técnica especial, onde se mesclam aspectos da defesa de área e da defesa móvel, assemelha-se a uma grande emboscada. defesa elástica defesa em contra encosta defesa em ponto forte defesa em área edificada defesa circular.
144- É essencial, para o sucesso desta técnica, separar a infantaria dos blindados inimigos. Necessita grande poder de fogo, inclusive AC. Tira o máximo proveito do terreno e da surpresa. defesa elástica defesa em contra encosta defesa em ponto forte defesa em área edificada defesa circular.
145- Ações de duas forças terrestres amigas que buscam estabelecer o contato físico entre si, em um ambiente hostil. Operação de Junção Operação Especial Operação Tática Operação Elástica Operação Anfíbia Conjugada.
146- Uma operação de junção compreende as ações de duas forças terrestres amigas que buscam estabelecer o contato físico entre si, em um ambiente hostil. É realizada, normalmente, entre uma força estacionária e uma força móvel, denominada: força de junção força elástica força tática força de aproximação força conjugada.
147- Sobre a Operação de junção, analise as proposições abaixo e, em seguida, assinale a alternativa correta. I- A operação compreende duas etapas. Na primeira, a força de junção estará desenvolvendo uma ação defensiva, enquanto a força estacionária se estabelecerá em uma postura ofensiva para assegurar a posse de uma área onde terá lugar a junção propriamente dita, o que consubstanciará a segunda etapa. II- Esta operação poderá ocorrer, também, entre duas forças em movimento convergente. Neste caso, uma delas será designada força de junção e a outra agirá como a estacionária. III- Uma operação de junção pode ter como um dos seus propósitos emassar forças de modo a concentrar poder de combate para emprego posterior em outras operações IV- Considerando-se as dificuldades de tal operação, antes de decidir realizá-la, devem ser avaliados os riscos decorrentes e as possibilidades de alcançar os efeitos desejados por outros meios. Apenas I, II e III estão corretas Apenas II, III e IV estão corretas Apenas III e IV estão corretas Apenas I e II estão corretas Todas estão corretas.
148- Uma operação de junção pode ter como seus propósitos, EXCETO: estabelecer a ligação com forças de infiltração ou com elementos de guerrilha inimigos permitir que duas forças independentes conduzam um movimento convergente aliviar a pressão inimiga e auxiliar uma tropa que esteja lutando para romper um cerco substituir em posição uma tropa isolada ou ultrapassá-la para prosseguir ou iniciar um ataque conduzir elementos de combate e/ou de apoio em benefício de tropas que estejam operando em local afastado das demais forças amigas.
149- A substituição de forças em combate é inerente à conduta do mesmo. Quando as operações táticas se estendem por períodos prolongados, será necessária a substituição periódica das unidades empregadas. São tipos de operação de substituição: substituição em posição, ultrapassagem e acolhimento. Ultrapassagem, acolhimento e finta. substituição tática, ultrapassagem e acolhimento. substituição de ultrapassagem, troca tática e acolhimento. substituição em posição, acolhimento e despistamento.
150- É a operação em que uma tropa assume o dispositivo de uma outra (ou parte dela) em combate. substituição em posição finta. substituição de ultrapassagem acolhimento ultrapassagem.
151- é a operação de substituição executada quando o elemento a ser substituído encontra-se na defensiva, podendo caber à tropa que substitui continuar nesta situação ou prosseguir no ataque. substituição em posição finta. substituição em ultrapassagem acolhimento ultrapassagem.
152- É a operação em que uma tropa ataca através do dispositivo de uma outra que está em posição na linha de frente. ultrapassagem finta substituição em ultrapassagem substituição em posição acolhimento.
153- É uma ação na qual uma tropa realizando um movimento retrógrado passa através das posições ocupadas por uma outra. acolhimento finta. substituição em ultrapassagem substituição em posição ultrapassagem.
154- A operação de ultrapassagem pode ter lugar quer na ofensiva, quer na defensiva, visando, EXCETO: substituir uma força que esteja muito desfalcada e encontre-se na defensiva Iniciar um contra-ataque iniciar um ataque explorar deficiências do inimigo manter a iniciativa e a impulsão do ataque.
155- Esta operação é utilizada quando se deseja substituir uma força que esteja demasiadamente empenhada ou se encontre muito desfalcada. ultrapassagem acolhimento substituição em posição finta substituição em ultrapassagem.
156- A Seleção do tipo de substituição antes do ataque deverá ser feita de acordo com a situação. Para a Substituição em posição, será empregada quando houver tempo suficiente para sua realização e: o atacante necessita de conhecimento mais detalhado do terreno e/ou do inimigo for prevista radical mudança na direção do ataque houver necessidade de apoiar o ataque com os meios de apoio de fogo de ambas as tropas for necessário variar o dispositivo para o ataque for possível obter rapidez nas ações.
157- A Seleção do tipo de substituição antes do ataque deverá ser feita de acordo com a situação. Para a ultrapassagem, será empregada preferencialmente quando: for necessário manter contínua pressão sobre o inimigo não houver necessidade de apoiar o ataque com os meios de apoio de fogo de ambas as tropas o poder de combate do inimigo é capaz de colocar em risco a concentração de tropas decorrente de uma ultrapassagem. não for prevista radical mudança na direção do ataque o atacante necessita de conhecimento mais detalhado do terreno e/ou do inimigo.
158- É a parte do espaço geográfico de uma força destinada ao desdobramento de sua reserva e da maior parte dos elementos de comando, apoio ao combate e de apoio de serviços ao combate. Normalmente só é considerada a partir do escalão batalhão, inclusive. Área de Retaguarda Área de Desembarque Área de Segurança Área de Reserva Área de Defesa Avançada.
159- A Segurança de Área de Retaguarda (SEGAR) abrange: Defesa da Área de Retaguarda (DEFAR) e o Controle de Danos (CDan). Defesa da Área de Desembarque (DEFADbq) e o Controle de Danos (CDan) Defesa Área de Retaguarda (DEFAR) e o Controle de Avarias (CAv) Defesa da Área de Reserva (DEFAR) e o Controle de Danos (CDan) Defesa de Área de Defesa Avançada (DEFADA) e o Controle de Avarias (CAv).
160- compreende uma série de ações destinadas a iludir o inimigo quanto às possibilidades, dispositivo e atividades das tropas amigas, induzindo-o a reações que lhe sejam desvantajosas. despistamento finta. substituição em ultrapassagem substituição em posição ultrapassagem.
161- O despistamento é um dos tipos de operações terrestres que compreende uma série de ações destinadas a iludir o inimigo quanto às possibilidades, dispositivo e atividades das tropas amigas, induzindo-o a reações que lhe sejam desvantajosas. Seu sucesso pode ser obtido pela realização isolada ou a combinação de uma ou mais ações. Dentre essas, assinale a alternativa que refere-se a uma exibição de força em uma frente onde não se pretende uma decisão. demonstração acolhimento representação finta ardil.
162- O despistamento pode ser obtido pela realização isolada ou a combinação de uma ou mais das seguintes ações, EXCETO: diversão finta representação demonstração ardil.
163- Uma das formas de se realizar uma operação de despistamento é empreender um ataque pouco profundo, com propósito limitado, destinado a desviar a atenção do inimigo do ataque principal. Assinale qual é esta ação. finta diversão representação demonstração ardil.
164- Uma das formas de se realizar uma operação de despistamento é empreender uma ação pré-plenejada ou improvisada, com vistas a prover o inimigo, deliberadamente, com conhecimento falsos sobre as operações em curso ou em processo de planejamento. Assinale qual é esta ação. ardil diversão finta representação demonstração.
165- Uma das formas de se realizar uma operação de despistamento é mostrar ao inimigo meios ou tropas que não existem ou que são de natureza diversa. Assinale qual é esta ação. representação diversão finta demonstração ardil.
Report abuse Terms of use
HOME
CREATE TEST
COMMENTS
STADISTICS
RECORDS
Author's Tests